mulher

Cardápio saudável

cardapio saudavel capa 167490230
Thinkstock

Para manter um corpo saudável, uma boa alimentação é fundamental. Pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde aponta que o número de pessoas que estão acima do peso passou de 42,7% em 2006, para 48,5% em 2011. No mesmo período, a proporção de obesos aumentou de 11,4% para 15,8%.

A pesquisa do IBGE ainda mostra que o brasileiro está consumindo excessivamente açúcar e gorduras saturadas.

Se você não sabe como manter uma alimentação balanceada, o Outra Medicina te ajudará dando boas sugestões do um cardápio saudável.

Dicas de um cardápio saudável

Café da manhã

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]

Pessoas que tomam um bom café da manhã passam o dia mais dispostas, comem menos nas outras refeições e têm menos tendência a se tornarem obesas.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] A nossa sugestão é: suco natural, pão integral, cereais (aveia, granola, quinoa, amaranto), frutas, leite, queijo magro, peito de peru, ovos mexidos, manteiga e geleias. Claro que você não terá que comer tudo isso num único dia, mas tente ingerir nessa refeição uma porção de frutas + carboidrato (pão ou algum cereal) + proteína (leite, queijo, peito de peru, manteiga, ovos).

Almoço

O prato ideal é aquele que agrupa os seguintes grupos: energéticos (carboidratos) + construtores (proteínas) + reguladores (verduras e legumes).

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] O prato típico brasileiro arroz, feijão, carne e salada, é o mais completo e saudável. Dê preferência ao arroz integral e a carnes magras. Coma muita verdura crua e legumes cozidos no vapor. Prefira os alimentos assados, grelhados e ensopados e fuja das frituras.

Se você quer variar o cardápio troque o feijão pelo grão de bico, lentilha ou ervilha. Se não quer arroz, faça um delicioso purê de batatas, mandioquinha ou cenoura.

O importante é sempre variar e deixar o prato bem colorido, com bastante variedade de alimentos.

Evite a ingestão de refrigerantes durante a refeição. Opte por suco natural ou água e coma uma fruta de sobremesa. Aliás, beba sempre muita água entre as refeições.

Jantar

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] O jantar deve ser leve e de fácil digestão. Saladas, frutas, sopas, caldos, lanches naturais, omeletes, são os alimentos mais indicados para se consumir à noite. Se você quer se alimentar como no almoço, tente comer pouco e pelo menos 2 horas antes de dormir.

Lanches

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]

Entre uma refeição e outra você deve se alimentar para não passar muitas horas de estômago vazio. A nossa sugestão é: barra de cereais, frutas, amêndoas, castanhas, nozes ou suco naturais.

Dica: uma reeducação alimentar começa no... supermercado. Sim! Então, assista ao vídeo e aprenda como encher o carrinho de compras com alimentos saudáveis: