mulher

Exercícios físicos contra depressão

exercicios%20aerobicos 168345035 T
Thinkstock

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]

A depressão é um distúrbio psicológico que acomete cerca de 17 milhões de pessoas no Brasil, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O número corresponde apenas a pacientes diagnosticados, deixando de fora os casos em que a pessoa não busca ajuda médica.

Leia tambémPrevenir a depressão comendo iorguteRhodiola rosea para curar depressão, fadiga e emagrecerA terapia da luz pode salvá-lo da depressão

Segundo a psicóloga Graça Miquelutti Camargo, entre os sintomas da depressão estão tristeza profunda, falta de vontade de trabalhar e viver de maneira geral. “Quanto mais deprimido a pessoa fica, mais pensamentos negativos lhe ocorrem, mais ela acreditará neles e mais deprimida irá tornar-se”, afirma Graça.

Tratamento para depressão

De acordo com a personal trainer da Test Trainer Carla Britto, um estudo com idosos na média de 67 anos constatou que a presença de depressão está ligada com os baixos níveis de condicionamento físico, mais precisamente com o consumo de oxigênio. “O exercício físico tem um papel preponderante para o desenvolvimento da neurogênese no hipocampo através da potencialização de longa duração e do neurotrófico derivado do cérebro, do mesmo modo que agem os antidepressivos”, explica.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]

Durante exercícios aeróbicos, como caminhada, natação e dança, os níveis de prolactina estão altos, o que acaba aumentando a concentração de serotonina, que podem atenuar a formação de memórias relacionadas ao medo e diminuir eventos relacionados aos sintomas da depressão. Segundo a personal trainer, exercícios aeróbicos em sessões de 45 a 60 minutos de três a cinco vezes por semana. “As atividades longas e menos intensas são as mais indicadas, porque ajudam a afastar os pensamentos negativos”, completa.

Os estudos sugerem que os pacientes depressivos devem sentir melhoras dos sintomas por volta de quatro semanas após o início dos exercícios, mas recomenda-se que as atividades físicas sejam mantidas por pelo menos 10 a 12 semanas, para obter melhores resultados. 

Quer uma dica de exercício aeróbico legal? Assista ao vídeo e conheça a aula de dança na esteira: