mulher

Exercícios para emagrecer

exercicio emagrecer abdominal
Shutterstock

Fazer exercícios para emagrecer sem a orientação de um profissional, além de perigoso, pode acabar sendo ineficaz. Muitos exercícios que acreditamos ser eficientes na eliminação da gordura corporal, na verdade, fazem pouca diferença na balança, enquanto outros que acabamos deixando de lado podem nos ajudar e muito a alcançar este objetivo.

Leia também:Exercícios para glúteosAlimentos que aceleram o metabolismoMusculação ajuda a emagrecer e é essencial para manter a boa forma

Segundo o fisiologista Paulo Gelatti, da Clínica Good Vibe Jardins, o processo de emagrecimento não se resume apenas a fazer uma dieta temporária. "Para perder peso e mantê-lo, é necessário mudar os hábitos alimentares permanentemente e investir em um treinamento específico que atenda às suas necessidades."

Além da reeducação alimentar, três fatores devem ser considerados na realização de qualquer atividade física: a frequência com que é feita, a duração do exercício e sua intensidade. Essas variáveis mudam de acordo com o objetivo de cada pessoa, seja emagrecer, ganhar massa muscular ou definição corporal. Por isso, elas precisam ser planejadas e orientadas por um especialista, garantindo que a meta seja atingida da maneira mais rápida e saudável possível. "Se você caminha no parque achando que vai emagrecer e aposta em dietas da moda que não são nada saudáveis como aliada dessa atividade, está cometendo um grande engano", afirma o fisiologista.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]

Exercícios para emagrecer: erros comuns

Paulo lista alguns mitos e verdades sobre a perda de peso:

O horário em que o exercício é feito interfere na queima de calorias

Verdade. Segundo Paulo, algumas pesquisas apontam melhor desempenho físico, incluindo resistência, força, tempo de reação e capacidade aeróbica, entre 16h e 19h. "A temperatura do corpo e os níveis hormonais tendem a aumentar no período da tarde, o que torna os músculos flexíveis", explica. Além disso, o fisiologista afirma que, criando uma rotina de exercícios físicos, com horário fixo, é possível obter melhores resultados ao longo do tempo.

Caminhar reduz medidas

Mito. Apesar de ser muito benéfico para a saúde, caminhar não faz emagrecer e eliminar gorduras. "O que pode dar uma ajudinha é o ritmo da caminhada. O ideal é encontrar um ritmo que não deixe a pessoa muito ofegante, a ponto de não conseguir nem conversar", orienta Paulo. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda caminhar por 30 minutos, pelo menos, cinco dias na semana.

Musculação não emagrece

Mito. O fisiologista explica que um exercício localizado não faz emagrecer; porém, com a realização de uma série de exercícios associados, é possível perder medidas. "A musculação pode ajudar no processo de emagrecimento porque aumenta a massa muscular, e o músculo, para se manter ativo, gasta mais calorias do que a gordura. O aumento da massa magra contribui para a elevação do metabolismo", conta.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]

Fazer abdominal emagrece

Mito. O abdominal é uma atividade que apenas fortalece a musculatura: ele não faz a gordura desaparecer. "A pessoa que investe no abdominal pode até conseguir uma barriga sarada, mas não vai conseguir eliminar a gordura", esclarece Paulo.

O exercício só começa a fazer efeito depois de 40 minutos

Mito. "A atividade já começa a dar resultado a partir dos 20 minutos, que é quando o corpo inicia a indução do gasto energético. No entanto, se for realizada por menos tempo que isso, o gasto energético é muito pequeno", afirma o fisiologista.