mulher

Comidas que podem prolongar a vida

Comidas que podem prolongar a vida 0 0
iStockphoto/Thinkstock

Descobrir o tipo de comida que pode prolongar a vida era o objetivo da pesquisa realizada em Escola de Saúde Pública de Harvard, em Washington, EUA. O resultado é de que o óleo de peixe e os frutos do mar podem adicionar, em média, 2 anos e de 2 meses na expectativa de vida. Estes números são relacionados ao consumo mínimo de 2 vezes na semana, comparados com as pessoas que raramente os comem.

A substância chave

Esse aumento da expectativa de vida ocorre graças aos ácidos graxos ômega 3. A conclusão dos estudiosos é de que o benefício é ainda maior para adultos mais velhos, ou pessoas com idade igual, ou superior a 65 anos. Aqueles, que nesta fase da vida, possuem elevado teor de ácidos graxos no sangue têm mais ou menos 35% a menos de chance de sofrer um ataque cardiovascular. O falecimento em consequência de doenças que debilitam este sistema também é inibido.

O percentual global chegou ao impressionante patamar de 27% na redução de morte, quando o indivíduo mantém uma dieta rica em frutos do mar e em óleo de peixe.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]

Até então, várias entidades e instituições de pesquisa têm realizado pesquisas neste âmbito. Mas o argumento sempre se restringe aos benefícios para o funcionamento do coração, ou para o bem-estar generalizado. Esta é a primeira pesquisa a vincular o consumo de tais alimentos com a mortalidade. "Este estudo revela a importância de manter os níveis adequados de ômega 3 no sangue. Podemos concluir que mais tarde na vida eles realmente prolongam os anos", observou o professor Dariush Mozaffarian, condutor da pesquisa.

O resultado científico foi alcançado depois de dois anos de avaliações, envolvendo a participação de 2.700 adultos americanos. Todos com idade igual, ou superior a 65 anos. Durante o estudo, nenhum participante consumiu suplementos de óleo de peixe, sendo apenas a alimentação a responsável pelo nível de nutrição com esta substância.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]