hacks

Dicas para aumentar a imunidade do bebê

dicas para aumentar a imunidade do bebe

Qual mamãe não se assusta ao ver o filho com alguma sujeira no corpo? O espanto normalmente acontece, porque o bebê está limpinho a maior parte do tempo. Mas essa sujeirinha não é do "mau" como os pais imaginam. Ela faz parte da aquisição da imunidade

da criança e deve ser encarada com naturalidade. Depois do contato com a sujidade, os anticorpos responsáveis pela produção das células de defesa no organismo combatem agentes como fungos e bactérias e proporcionam proteção para livrar o corpo desses

atuantes. Saiba a seguir algumas dicas para aumentar a imunidade do bebê e afastar algumas doenças.

Leia também:

Dicas para aumentar a imunidade

Aromaterapia ajuda na saúde

Saiba como proteger o bebê da gripe

O coordenador de Pediatria do Hospital e Maternidade São Luiz, Cid Pinheiro, conta que, inicialmente, o sistema imunológico do bebê é imaturo e conquistado com anticorpos maternos, passados para o feto durante a gravidez. A partir do nascimento, sucede-se por

meio da amamentação. Os anticorpos maduros são adquiridos até a criança completar 2 anos de vida.

Brincar

Com certeza, as mamães já devem ter escutado a frase "sujeira faz bem". Além de se divertirem, as crianças aumentam o sistema imunológico ao ter contato com natureza, como areia e terra. O ar livre é ainda essencial para o desenvolvimento social e emocional,

já que experimentam outras atividades.

Limpeza do ambiente

Cid esclarece que a higiene dos ambientes, como o quarto do bebê, deve ser feita normalmente, sem uso de bactericidas e produtos químicos. "Pano úmido pelo chão já é suficiente para retirar poeira. Não há necessidade que isso seja feito várias vezes por dia."

Febre

Um dos sinais mais evidentes de que o organismo encontrou algo desconhecido é a febre. Poucos acreditam, mas a temperatura alta é sinal de proteção. "Quando o corpo aquece há liberação de substâncias responsáveis por acelerar o metabolismo do corpo em processos inflamatórios, que melhoram a atuação das células de defesa do organismo contra fungos, bactérias e vírus", explica Pinheiro, que completa: "A situação só é preocupante quando a temperatura corporal sobe muito rápido. Em situações como essa, é necessário que os pais procurem o pronto-socorro", alerta.

Conheça também a linha de cursos da Sempre Materna.