mulher

Listar suas metas ajuda a ter um ano mais produtivo e mais feliz

lista resolucoes ano novo1

Mais um ano começa e, junto com ele, uma nova lista de tudo o que você gostaria fazer. Começar a dieta, ganhar mais dinheiro, arrumar um amor, mudar de trabalho, fazer uma viagem, comprar/trocar de carro, montar um negócio... "Uma lista com resoluções é, na verdade, uma ferramenta que pode nos ajudar a manter o foco nas realizações que consideramos importantes para o ano que está começando", afirma a especialista em comportamento humano  Branca Barão, autora do livro "8 ou 80" (DVS Editora).

Leia também:

Azul royal é a cor de 2013, ano propício a casamentos e uniões, diz numeróloga

Aprenda a organizar as finanças e fique tranquila o ano inteiro

Livre-se do sentimento de culpa e curta uma vida muito mais leve

Ela explica que o Réveillon, para muitos de nós, é um momento de submergir e encher os pulmões de um ar novo, que nos dá energia para buscarmos novamente aqueles sonhos todos que estavam adormecidos por conta da profundidade do mergulho na rotina e das obrigações que o dia a dia nos impõe. "É como se nosso livro pessoal estivesse virando a página e nos dando uma oportunidade de sermos melhores e conseguirmos conquistar nossos sonhos nesse novo capítulo que nos possibilita fazer tudo diferente. Essa oportunidade sempre esteve lá, mas só a sentimos quando a página muda, os fogos estouram ou o arroz ou os papeis picados prateados caem sobre nossas cabeças, é o evento mágico que as datas especiais têm", observa.

Para fazer uma lista com coisas que possam realmente serem cumpridas, ela diz que a meta precisa ser positiva e realista, e deve também depender apenas de si mesmo, o que diminui as chances de ter as expectativas frustradas. "Eu costumo separar em sete áreas: família (pode ser algo simples, um passeio, uma viagem, algo para jogarmos juntos, mais tempo pra eles); trabalho (algo a realizar profissionalmente); dinheiro (aplicar, guardar, investir, lucrar, etc.); algo de novo para aprender; corpo (um médico, um check up, quilos a perder, exercícios a fazer); eu mesma (um tempo para apreciar a própria companhia, ler, fazer as unhas, ver um DVD a até mesmo para traçar metas); e espiritual (se você tem uma religião, tem a ver com isso; se você não tem, pense em algo bom de você que possa oferecer gratuitamente ao mundo, algo que você pode ensinar, ajudar, doar sangue, etc.)", enumera. Outra dica é rever as metas ao longo do ano, se perguntando se ainda é algo importante, se há algo a ser mudado para ficar melhor ou mais fácil, se está no caminho certo e, se não estiver, procurar um novo caminho. Determinar prazos e estabelecer o passo a passo para a meta acontecer também são pontos positivos. "Não queira mudar o mundo, nem ficar rica ou famosa. Encontre metas simples e fáceis de realizar que, colocadas em prática, um dia de cada vez, tornarão a sua vida bem diferente daqui um ano. Metas demais acabam fazendo com que a gente perca o foco e não realize nada. Caso sinta que a lista está te prendendo demais, rasgue, jogue no lixo, descanse um mês sem meta nenhuma e repense suas metas de forma a não se tornar escravo delas. Elas é que devem te servir e não o contrário", diz.

Sonhar também é essencial. Mas sem esquecer que sonho é sonho, meta é meta. "Sonho é cabeça nas estrelas, meta é pé no chão. Precisamos das duas coisas e aprender a separá-las é uma questão de inteligência, foco e praticidade. Quando sentir que está na hora de trabalhar de verdade para fazer acontecer, faça seu sonho virar meta e coloque a mão na massa. Eu deixo meus sonhos voarem livres, já minhas metas vão para a lista".

No começo do ano, é importante aproveitar o clima do momento para ficar algum tempo sozinha, conversando com você mesma e descobrir aquelas coisas que você realmente quer muito, que está disposta a abrir mão para realizar e que acredita que merece e que quer fazer agora mesmo. Depois, cole tudo num cartaz bem na frente da mesa de trabalho, por exemplo, ou em outro lugar que você vá ver sempre, pois assim há mais chances de não deixar as metas caírem no esquecimento. "Eu costumo brincar que existe uma pesquisa que diz que a maioria das dietas que não dão certo começaram em uma segunda-feira. Da mesma forma que o Réveillon é um momento que nos faz sonhar em realizar mil coisas por conta desse clima de "virada de página" que ele tem, também faz com que as promessas todas percam o valor logo depois que o clima do ano novo passa. O carnaval chega e com ele o nosso olhar acostumado ao ano que já não é tão novo e as promessas de ano novo perdem o sentido com a chegada da 'vida real'. Por isso, quem escreveu as metas da forma que explicamos aqui, tem mais chances de conseguir", afirma.

A especialista acredita que quem faz isso consegue, normalmente, ter um ano mais produtivo e, consequentemente, mais feliz. "É como assinar um contrato com a gente mesmo. Não que uma pessoa que planeja suas metas vá realizar 100% delas, mas alguém que não planeja provavelmente faz bem menos do que quem planeja. Tem uma frase que diz 'Mire suas metas na lua, se você errar, ainda vai estar entre as estrelas'. É bem isso que eu penso! Não precisamos fazer tudo, fazer o melhor que pudermos já é o suficiente para crescermos e principalmente para nos conhecermos e descobrirmos o que realmente é importante para a gente", finaliza.