mulher

Todo pão integral é integral de verdade?

pao integral

Queridinho entre os adeptos a alimentações mais saudáveis e menos calóricas, o pão integral possui algumas características que o tornam um bom substituto ao tradicional pãozinho francês. Rico em fibras, ele ajuda a regular o funcionamento do intestino, aumenta a sensação de saciedade e retarda a absorção de carboidratos, proporcionando picos menores de açúcar no sangue, algo fundamental para diabéticos, por exemplo.

Leia também:

Como escolher a barrinha de cereal ideal

Macarrão de milho ajuda na dieta

Amêndoa auxilia no emagrecimento

Diante de tantos benefícios, o número de consumidores desse tipo de pão não para de crescer e, por sua vez, a oferta de produtos rotulados como integrais no mercado também aumenta. Mas, ao contrário do que se imagina, nem todo pão integral vendido é, de fato, integral.

A nutricionista Anize von Frankenberg, da empresa Frutacor – Assessoria e Orientação Nutricional, em Porto Alegre, explica que os produtos que não são 100% feitos de farinha integral podem ser prejudiciais à saúde. "Esses pães não possuem fibras suficientes e, por vezes, contém açúcar na composição, podendo prejudicar o bem-estar daqueles que precisam controlar o nível de açúcar no sangue. Além disso, pessoas que buscam reeducação alimentar e emagrecimento terão prejuízos, pois esses falsos pães não trazem a sensação de saciedade", esclarece Anize.

Como escolher o pão integral

De olho nos rótulos

A profissional explica que é preciso ficar atento ao rótulo dos produtos para não ter erro na hora da escolha do pão integral. "Em primeiro lugar, deve-se olhar os ingredientes descritos e a ordem em que são apresentados. Por lei, os componentes são descritos em ordem decrescente, por tanto, se o pão contém mais farinha integral, esse ingrediente deve ser o primeiro a ser descrito. Opte preferencialmente por pães que contenham apenas farinhas integrais na composição".

Atenção à quantidade de fibras

Anize aponta que também é preciso ficar de olho na quantidade de fibras presente na porção."Para ser considerado rico em fibras, o alimento deve conter, no mínimo 6g de fibras em 100g do produto. Então, 2 fatias do pão, aproximadamente 50g, devem ter ao menos 3g de fibras".

Cuidado com os açúcares e gorduras

Para finalizar a escolha, a nutricionista dá a dica: "opte por marcas que contenham pouca – ou nenhuma- concentração de açúcar e gordura vegetal". Esse tipo de gordura eleva os índices de colesterol ruim.