mulher

7 erros que você comete todos os dias e que prejudicam MUITO a dieta (e até saúde)

erros dieta
Thinkstock

Você procura comer de forma correta, sem exagerar as gorduras e doces, adotando legumes, verduras e frutas na alimentação diária e mesmo assim não consegue emagrecer? Essa é uma situação muito comum às pessoas que seguem regimes alimentares não orientados por um nutricionista ou programa alimentar. O problema pode estar, além no exagero das quantidades, afinal o excesso, mesmo se for de alimentos saudáveis, também pode engordar, na combinação errada de alimentos na mesma refeição.

Leia também:Coisas ótimas e péssimas sobre envelhecer reveladas por quem já chegou láFormato do seu nariz revela sua personalidade: descubra o seu entre 14Bolinho integral de maçã com canela da dieta da Lucília Diniz

Quem nunca ouviu falar que não se deve misturar arroz, batata e farinha no mesmo prato? Na verdade, a questão não é só colocar os três juntos, mas no fato de que cada um representa uma porção de carboidrato na refeição, que tira espaço para alimentos mais saudáveis. “O intuito é evitar o excesso deste nutriente, já que ele é transformado em gordura e contribui para o ganho de peso” explica a nutricionista Luiza Naslausky, da Sprim Brasil. “Existe um limite de carboidratos que deve ser ingerido ao longo do dia: 50 a 60% do nosso valor calórico total devem ser provenientes dos carboidratos”.

Erros na alimentação

Parei de comer feijão com arroz, agora vou só de salada no almoço.

A combinação destes dois alimentos é perfeita, pois além de fornecerem diversos nutrientes: os aminoácidos que faltam em um alimento estão no outro. Por isso, essa combinação pode estar presente no prato diariamente, inclusive das pessoas que querem emagrecer.  “

erros dieta 2
Thinkstock

Nunca misturo arroz e batata na mesma refeição, principalmente à noite.

A questão é saber equilibrar a refeição e ficar atento à quantidade total de carboidratos. Podemos comer arroz e batata num mesmo momento, desde que tenhamos noção de que os dois alimentos são do grupo dos carboidratos. Portanto, devemos sempre comer uma pequena quantidade de cada alimento. Já à noite, a necessidade energética está diminuída e o excesso de carboidrato é transformado em gordura. O que deve ser evitado é o excesso deste nutriente, o que não significa que não podemos comê-lo. Saladas, carnes magras e frutas são alimentos que tornam a refeição leve, sendo estas as melhores opções para o consumo à noite.

Para diminuir o consumo de carboidratos, parei de comer cenoura e beterraba, legumes que também têm o nutriente.

A beterraba e a cenoura, por exemplo, são legumes que possuem uma quantidade maior de carboidratos, se compararmos a outros legumes, como a abobrinha e o chuchu. Porém, essa diferença não é significativa para um ganho de peso. Muita quantidade de qualquer alimento fornece calorias em excesso. E calorias em excesso, de qualquer tipo de fonte, vão levar ao ganho de peso, afirma a nutricionista Luiza Naslausky.

Após o almoço, sempre dou um iogurte de sobremesa para meus filhos, que é fonte de cálcio.

Resposta: Estudos mostram que o cálcio chega a reduzir em até 60% a absorção de ferro. “A ingestão de alimentos lácteos junto com as grandes refeições não é recomendada, já que são elas que nos fornecem grande parte de alguns nutrientes, como o ferro” lembra Luiza. Sendo assim, melhor dar um intervalo de pelo menos uma hora entre a refeição e a oferta do iogurte às crianças.

dieta erros 0
Thinkstock

Após as refeições, meu cafezinho é sagrado.

O almoço e o jantar são refeições importantes, pois são compostas por alimentos que nos fornecem nutrientes específicos, como o ferro e o zinco. “O café e o chá possuem uma substância chamada tanino que prejudica a absorção do ferro. Logo, este hábito deve ser evitado” explica a nutricionista.

Não consigo deixar de beber durante as refeições, mas dou preferência para refrigerantes diet para não engordar.

O consumo de líquidos deve ser evitado durante as grandes refeições, sendo que a quantidade máxima recomendada é de 200m l por refeição. Caso haja a ingestão de líquidos durante o almoço ou jantar, o indicado é que se dê preferência aos sucos cítricos, pois a vitamina C presente nesses sucos potencializa a absorção do ferro, afirma Luiza Naslausky.

O chopp com os amigos na sexta-feira não pode faltar, mas para evitar excessos, nunca aceito as porções de petiscos calóricas.

dieta erros 2
Thinkstock

O mito que a barriguinha de chopp não é causada pelo álcool ingerido e sim pelos petiscos gordurosos que acompanham a bebida faz com que muitas pessoas exagerem na bebida sem comer, mas tanto o álcool como os petiscos engordam. O álcool fornece 7 kcal por grama e é o que chamamos de "caloria vazia", já que não oferece nenhum benefício nutricional.“Uma lata de cerveja tem em média 130 Kcal e na maioria das vezes é acompanhada por petiscos gordurosos e muito calóricos. Logo, ambos contribuem para o acúmulo de gordura”.

Surpresa? Pois estes equívocos do dia-a-dia além de favorecerem o acúmulo de gordurinhas, também pode prejudicar sua saúde e a de sua família. Por isso, a atenção na qualidade e na quantidade do se come não são as únicas preocupações: combinações erradas roubam nutrientes do seu organismo e dificultam a digestão, podendo causar anemia, entre outros problemas de saúde.

Colaboração:Sprim BrasilPraça Santos Dumont, 74, GáveaRio de Janeiro - Tel: 3206-7355