mulher

Substituir alimentos é o segredo de uma alimentação mais saudável

160576234
Thinkstock

Estudiosos dizem que o verdadeiro remédio é a alimentação, ou seja, a grande responsável por evitar doenças desde as mais comuns, até as mais sérias. No dia a dia, muitas vezes fica difícil discernir qual o alimento mais saudável para escolher em cada refeição. A nutricionista Alessandra Luglio dá dicas de como substituir os alimentos e tornar as refeições mais ricas e saudáveis.

Leia também:

10 motivos para substituir alimentos refinados pelos integrais

Alimentos integrais: por que aceleram o emagrecimento?

10 formas para substituir a farinha branca

Trocas inteligentes na alimentação

Café da manhã:

  • Laticínios convencionais por versões light e zero (menos gordura saturada)
  • Sucos industrializados por sucos naturais ou a própria fruta (menos açúcar, menos químicos e mais nutrientes)
  • Cereais industrializados por mix de cereais caseiro a base de aveia, quinoa, sementes de linhaça e chia moídas (refeições mais leves, nutritivas e menos calóricas nas horas que antecedem o sono, momento de baixo gasto energético)
  • Pães brancos e refinados por pães integrais (mais nutrientes e fibras)

Almoço:

  • Refeições desequilibradas: somente massa ou salada ou monótona por refeições balanceadas com todos os grupos alimentares mais nutrientes, sem excessos e sem carências nutritivas
  • Fritura por grelhados ou assados (menos gorduras, refeição mais leve)
  • Preparações a base de molhos engordurados (creme de leite e manteiga) por molhos a base de vegetais (tomate e legumes) ou laticínios magros (creme de ricota ou leite desnatado) - mais nutrientes, sem excessos e sem carências nutritivas
  • Versão refinada por integral (maior teor de nutrientes e fibras)
  • Carnes gordurosas, embutidos e processadas por carnes magras (menor teor de gorduras saturadas e colesterol)
  • Refrigerantes ou bebidas açucaradas por limonada, água com limão espremido, chá gelado light em pequena quantidade (menos açúcar, químicos e volume exagerado de líquidos)

Jantar:

  • Molho de salada pronto por temperos naturais (menos gordura, menos químicos e mais nutrientes)
  • Sopas a base de carboidratos (mandioquinha, batata, lentilha, arroz, macarrão, feijões) por sopas a base de legumes (legumes diversos, couve-flor, tomate, cenoura) - menos calorias, mais nutrientes evitando o consumo excessivo de energia à noite
  • Pratos tradicionais e massas por legumes, verduras e carnes ou omeletes magros (refeições mais leves, nutritivas e menos calóricas nas horas que antecedem o sono, momento de baixo gasto energético)
  • Sanduíches tradicionais por lanches leves e nutritivos (menos calorias e gorduras saturadas, refeição mais leve e nutritiva)

Essa matéria é oferecida por BotoSkin