mulher

Dieta mediterrânea: cardápio para emagrecer 5 kg por mês

dieta mediterranea emagrecer
Thinkstock

A dieta do Mediterrâneo não é voltada especificamente para a perda de peso, mas sim para a melhora da qualidade de vida. No entanto, o emagrecimento acaba sendo uma consequência natural para quem adere ao estilo de alimentação.

Leia também:

Dieta Dukan emagrece de forma rápida e definitiva

Dieta Detone!: emagreça com saúde em 6 semanas

O que é detox, cardápio ideal e alimentos proibidos na dieta desintoxicante

Como é a dieta mediterrânea?

O regime alimentar é baseado nos hábitos dos povos que vivem na costa do Mar Mediterrâneo. Eles apresentam índices muito baixos de doenças cardiovasculares, câncer, obesidade e outros males – dado surpreendente que despertou o interesse pelo estilo de vida da região.

O cardápio é composto por muitas frutas, legumes e verduras, cereais, leguminosas, oleaginosas, queijo, iogurte, peixes, azeite e vinho, ingredientes característicos e abundantes na costa do Mar. Por outro lado, ficam de fora das refeições diárias a carne vermelha, gordura de origem animal e produtos industrializados. Os doces podem ser consumidos, porém com muita moderação.

Muitos dos ingredientes contêm quantidades significativas de gordura, como as oleaginosas, peixes, azeite e leguminosas. Porém, é uma gordura de altíssima qualidade, que auxilia no bom funcionamento do organismo.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] O vinho possui resveratrol, um poderoso antioxidante (Thinkstock)

Já o vinho é importante porque contém resveratrol, um poderoso antioxidante que auxilia no combate aos radicais livres, promove o rejuvenescimento, melhora a saúde do coração e ainda acelera a queima de calorias. Deve ser consumida uma taça por dia junto com o almoço ou jantar.

Outra característica da dieta mediterrânea é a incorporação de exercícios físicos leves no dia a dia, o que contribui para a boa saúde de seus praticantes.

Benefícios

  • Emagrecimento. Com a dieta, é possível perder uma média de 5 kg por mês de forma saudável.
  • Saúde do coração, com menos riscos de infarto.
  • Baixo nível de colesterol no sangue.
  • Prevenção contra diabetes e obesidade.
  • Pele mais bonita, graças à alta ingestão de antioxidantes.
  • Retardamento do envelhecimento, principalmente do cérebro.
  • Menor risco de câncer.

Cardápio

Veja algumas opções de refeições da dieta mediterrânica.

Café da manhã

1 pote de iogurte desnatado com morangos e 1 colher (sopa de mel) + ½ copo de suco natural OU 1 copo de café OU 1 copo de chá verde

OU

1 copo de suco natural de maracujá + 4 ameixas pretas + 2 castanhas de caju

Lanche

1 maçã

OU

1 laranja

OU

1 pera

Almoço

Salada de espinafre com couve e legumes variados, de diversas cores, regado com azeite e decorado com nozes OU queijo feta + 1 fatia pequena de pão integral + água com gás e uma fatia de limão.

OU

Sopa de lentilha com folhas de acelga + homus e pão pita

Lanche da tarde

1 punhado de amêndoas + 1 copo de chá verde

OU

Bolachas integrais com queijo

Jantar

1 posta de salmão grelhada + ¼ de copo de quinoa com alecrim e pinhões + couve-flor grelhada, brócolis e cenouras regados com azeite + salada de espinafre e couve com legumes e vinagre balsâmico + 1 taça de vinho OU copo de suco de uva integral + 1 fruta

OU

Bacalhau assado com salada de trigo, queijo feta, salsa e tomates + 1 taça de vinho OU copo de suco de uva integral + 1 fruta regada com mel.

Saiba mais sobre o resveratrol e entenda por que ele é tão importante na dieta mediterrânea:

-->