mulher

Dieta do ciclo de carboidratos chapa barriga e elimina gordura do corpo

ciclo carboidrato hm
Thinkstock

O ciclo de carboidratos é um método de dieta para chapar a barriga que deu certo para famosas e atletas definirem o abdômen. A cantora Kelly Key e a musa fitness Bella Falconi são algumas das que conseguiram trincar o abdômen com a técnica, que consiste em alternar a quantidade de carboidratos consumidos em um período de cerca de quatro dias. O objetivo é diminuir o percentual de gordura corporal sem perder força e ou diminuir o desempenho no treino.

Leia tambémVeja 5 exercícios que vão deixar seu metabolismo a mil para secar rápidoKarina Bacchi trinca barriga depois dos 30 e ensina como chapar em 3 meses9 exercícios para chapar barriga sem precisar de abdominais

A ideia da dieta cetogênica cíclica é aproveitar o melhor do carboidrato para o corpo, já que ele é um alimento essencial e não deve ser eliminado da dieta – como alguns regimes propõem. "Uma dieta low carb (com baixo consumo de carboidrato) pode ajudar a perder gordura, mas esse nutriente é essencial para que você tenha energia para o treino e consiga definir o corpo. Por isso, o ciclo de carboidrato é a opção de quem quer eliminar gordura, mas também ter um corpo malhado", explica o personal trainer Vinícius Possebon. 

bella kelly barriga chapada
Reprodução/Instagram

O método ganhou fama após a musa fitness Bella Falconi revelar que esse é o grande truque da sua alimentação para chapar a barriga. Dona da barriga mais famosa do Instagram, ela virou inspiração para a cantora Kelly Key, que passou a seguir a mesma dieta e conquistou a barriga dos sonhos. Apesar de Bella ter abandonado a dieta radical recentemente, essa continua sendo uma alternativa para quem busca trincar o abdômen.

Como funciona

São dias comendo pouco carboidrato, alternados com períodos de alto consumo. Nos dias em que o consumo de carboidrato é baixo, o corpo perde gordura. Já nos dias de consumo alto, acontece o crescimento muscular.

ciclo carboidrato barriga
Thinkstock

"Um dia você come menos carboidrato, outro dia mais, outro mais ainda, e assim vai. Não existe um tempo definido para esse ciclo, mas costuma ser algo em torno de quatro dias, onde, por exemplo, você consome no primeiro dia 50 g de carboidratos, no segundo 75 g, no terceiro 100g e no quarto 150 g, retornando ao início do ciclo", detalha Possebon, que alerta para o fato de esse não ser um método comprovado cientificamente. "É algo mais empírico, que quem segue garante que funciona, mas não é nada comprovado".

Porém, não é permitido comer qualquer tipo de carboidrato. Os liberados são aqueles de baixo índice glicêmico, que promovem pouco pico de insulina no corpo. Batata doce, tapioca, aipim e arroz integral são algumas opções.

Quem pode fazer?

Essa é uma dieta para quem malha, usada por fisiculturistas e atletas fitness para aumentar a perda de gordura sem perder a capacidade de realizar exercícios de alta intensidade e que não é indicada para todas as pessoas que desejam conquistar uma barriga trincada

"O grande ponto é que é preciso manter essa dieta e ela é bem restrita. Isso é bem difícil para quem ainda busca emagrecimento. Então quem sai do sedentarismo não deve optar por esse método. É mais indicado para quem já treina mais avançado, porque a dieta exige muita disciplina" aconselha o personal trainer.