mulher

Como emagrecer a barriga: nutricionista e personal listam as principais armas

como emagrecer barriga secar gordura
Thinkstock

Quando engordamos, o excesso de peso geralmente se distribui de maneira igualitária pelo corpo, aumentando todas as medidas de forma proporcional. Porém, em algumas pessoas, esta sobra de gordura tende a ficar acumulada no abdômen, causando a temida barriguinha saliente que destoa das medidas saudáveis do restante do corpo.

A nutricionista Caroline Dias Pereira, do Hospital de Clínicas de Padre Miguel, explica que essa condição é mais comum em mulheres e ocorre por conta de fatores genéticos.

Além de ser incômodo esteticamente para muitas pessoas, o acúmulo de gordura abdominal é o mais perigoso para a saúde, já que está associado ao risco mais elevado de doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão arterial e outras complicações. Além disso, é uma gordura particularmente difícil de eliminar, já que está ligada à predisposição genética.

Exercícios para perder barriga

Não é possível dizer ao corpo qual região deve ser emagrecida: a perda de peso acontece de maneira generalizada. Porém, é possível direcionar esforços para trabalhar mais diretamente a região do abdômen, principalmente no campo do exercício físico, e obter um resultado um pouco mais expressivo neste alvo.

O personal trainer especialista em Fisiologia do Exercício Oswaldo Langella explica que o melhor treino para queimar gordura – tanto a visceral, que é a que fica mais próxima dos órgãos e, por isso, mais perigosa, quanto a subcutânea, que é mais superficial – são os exercícios aeróbicos intervalados de alta intensidade combinados à musculação.

O treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT, na sigla em inglês) é uma modalidade de treino aeróbico que mescla momentos de alta intensidade com outros de intensidade baixa ou descanso absoluto. Um exemplo bastante praticado de HIIT é a alternância entre caminhadas lentas e disparadas na esteira.

"O treino intervalado e a musculação formam uma dupla potente de queimadores de gordura", diz o professor. "Trinta minutos de aeróbio combinado a 40 minutos de musculação de três a quatro vezes na semana é o suficiente para obter resultados", garante.

Oswaldo lista os exercícios que mais queimam calorias e melhor contribuem para a queima de gordura abdominal:

como emagrecer barriga secar gordura 2
Thinkstock

Musculação - A modalidade acelera a taxa metabólica do corpo, aumentando o gasto de calorias que a pessoa tem por dia.

como emagrecer barriga secar gordura 3
Thinkstock

Treino aeróbico intervalado de alta intensidade - Além de acelerar o metabolismo de repouso, tem um gasto calórico altíssimo.

como emagrecer barriga secar gordura 4
Thinkstock

Jump - A aula de ginástica intensa proporciona alto gasto calórico.

como emagrecer barriga secar gordura 5
Thinkstock

Ciclismo indoor -  A aula é considerada um tipo de treino intervalado, já que intercala momentos de maior e menor intensidade, além de promover um gasto grande de calorias.

como emagrecer barriga secar gordura 6
Thinkstock

Corrida -  O ideal é seguir uma planilha focada em um objetivo específico para obter melhores resultados, ao invés de correr sem planejamento.

como emagrecer barriga secar gordura 7
Thinkstock

Natação - A atividade trabalha o corpo por inteiro e ainda fortalece braços e pernas.

Alimentação para perder barriga

É importante incluir na dieta alimentos ricos em fibras, já que elas promovem maior saciedade, evitando a ingestão exagerada de alimentos. "Elas devem ser consumidas com muita água, caso contrário, podem causar prisão de ventre", alerta a nutricionista.

Além desta função, a nutricionista Kelly Balieiro, do Femme Laboratório da Mulher explica que as fibras insolúveis – aquelas que não são digeridas pelo corpo – atuam como uma espécie de esponja no estômago, sugando a gordura ingerida na refeição e eliminando-a junto com as fezes. "O corpo acaba não absorvendo a gordura consumida graças a essas fibras, que contribuem muito para o emagrecimento", afirma.

Para aumentar a ingestão de fibras, aposte em vegetais folhosos, legumes crus, como cenoura e beterraba, frutas e cereais integrais.

Além das fibras, os alimentos termogênicos também são grandes aliados. Caroline indica o consumo de gengibre e chá verde, que potencializam a perda de gordura. "A pimenta e a canela também são termogênicas, mas, como é muito difícil consumir a quantidade necessária destes alimentos para produzir algum efeito, não são recomendados para este fim", diz.

Outra dica da nutricionista é consumir sucos naturais. "O maior benefício deles não é ‘secar a barriga’, mas sim oferecer nutrientes necessários para suprir as necessidades do organismo, além de auxiliar na ingestão hídrica", afirma a especialista. "Um corpo bem nutrido terá tudo o que precisa para eliminar o excesso de gorduras naturalmente", completa.

O que evitar

Refrigerantes, frituras e doces possuem alto teor calórico e pouquíssimos nutrientes e, por isso, contribuem para o acúmulo de gordura na barriga. Prefira pratos grelhados, assados ou cozidos, frutas na sobremesa e sucos naturais.

Inchaço ou gordura?

Caroline ainda afirma que é possível confundir retenção hídrica com excesso de gordura abdominal. "O inchaço mais acentuado é consequência de uma alimentação desregrada, com excesso de sódio e pouca ingestão de líquidos", afirma. Para combater o problema, evite consumir alimentos industrializados e refrigerantes e colocar sal em excesso na comida. Procura também consumir bastante água e praticar exercícios regularmente, que ajuda a eliminar o excesso de líquidos do corpo.

Leia também: