mulher

Como acabar com os sintomas da TPM

acabar sintomas tpm

A vida da mulher que sofre com os sintomas da Tensão Pré-Menstrual (TPM) não é nada fácil. Mesmo sem motivo aparente, tudo fica diferente. Mas por que isso acontece com cerca de 80% das brasileiras? Dentre os fatores que a provocam, estão hereditariedade, queda dos níveis de serotonina e outras alterações hormonais. Veja dicas fáceis para driblar os incômodos.

Leia também:

Como aliviar a TPM

Aprenda a driblar a vontade de comer alimentos calóricos na TPM

Banana alivia a TPM e ajuda o intestino a funcionar

Sintomas da TPM

Cólica

A fisioterapeuta do Zahra Spa & Estética, Mariana Moraes, explica que a dor é provocada pelas contrações do útero para expulsar o sangue.

O que fazer

Que tal uma automassagem? Deite-se confortavelmente e use as mãos para fazer movimentos circulares no abdômen, no sentido horário. Em seguida, coloque bolsa de água quente. Deitar de barriga para baixo, apoiada em um travesseiro, também ameniza a cólica.

Sessões de acupuntura são muito bem-vindas. "As agulhas aplicadas em pontos estratégicos auxiliam a liberação de endorfina e reduzem o incômodo", indica a ginecologista e obstetra Erica Mantelli.

A alimentação também pode ajudar. Erica indica alimentos ricos em cálcio — leites e derivados — que diminuem as contrações uterinas e intestinais, reduzindo as cólicas. E os que contêm vitamina E — soja, óleos vegetais, couve, espinafre e cereais —, que regulam a produção das prostaglandinas, responsáveis pela dor.

Irritabilidade

As mudanças hormonais fazem qualquer uma ir do céu ao inferno em segundos. Por isso, aposte nestes truques de bem-estar.

O que fazer

Faça um escalda-pés. "Nosso corpo o interpreta como um carinho", conta Mariana, que ensina: "Coloque água morna em uma bacia, deixe um pé mergulhado, enquanto massageia o outro".

Inclua vitamina B6 e magnésio nas refeições. "Eles ajudam o corpo a transformar aminoácido triptofano em serotonina, melhorando a disposição", diz a cardiologista, Heloisa Rocha.

Consuma mais ferro. "Estudos comprovam que ele aumenta os níveis de serotonina", completa Heloisa. E para potencializar a absorção de ferro, consuma suco de limão ou laranja (ricos em vitamina C) junto às refeições.Quer um chocolate? "Ele libera endorfinas e dá prazer", afirma a ginecologista Mara.

Choro fácil

São as quedas dos níveis de serotonina que deixam a mulher deprimida nessa fase.

O que fazer

Faça 30 minutos de caminhada ou exercícios de relaxamento todos os dias. "A atividade aumenta a produção de endorfina, considerada um analgésico natural. Além de liberar serotonina, que regula as emoções", sugere a psicóloga Josiane Cândido Porto de Melo. "Assista a uma comédia para aliviar as tensões", sugere a ginecologista Mara Diegoli. Mantenha a mente ocupada. "Trabalhe muito, organize as coisas... Assim, você não terá tempo para chorar", sugere Mara.

Dor de cabeça

Segundo a ginecologista e obstetra Mara Diegoli, que também é coordenadora do Centro de Apoio à Mulher com TPM do Hospital das Clínicas de São Paulo, a dor de cabeça costuma aparecer um dia antes ou durante a menstruação devido à queda hormonal.

O que fazer

Não se sobrecarregue com tarefas e evite situações de estresse, que pioram a dor. Pare de menstruar! De acordo com a ginecologista e obstetra especialista em medicina fetal, Carolina Mocarzel (RJ), aderir às pílulas de uso contínuo pode ser uma excelente alternativa, uma vez que as alterações hormonais drásticas do período deixarão de acontecer.Aplique uma bolsinha de gelo na cabeça. "O frio provoca vasoconstrição e diminui a dor latejante, inclusive da enxaqueca", indica a neurologista Carla Jevoux, da Sociedade Brasileira de Cefaleia (RJ). Coloque exatamente no local da dor por alguns minutinhos até que sinta que aliviou. Opte pelo Do-In. Pressione com as pontas dos dedos indicadores a artéria temporal (ponto que fica na lateral da cabeça). Isso alivia a pulsação provocada pela dor. Use óculos escuros e, em casa, coloque máscara para dormir. "As crises provocam fotossensibilidade, portanto ficar no escuro alivia esse sintoma", indica Carla.

Inchaço

O aumento da produção de progesterona e de prostaglandina durante o período são os grandes responsáveis pelo inchaço na TPM.

O que fazer

Invista no óleo de prímula. Segundo Heloisa Rocha, ele tem ácido graxo poli-insaturado, que equilibra os hormônios, diminuindo o inchaço. Reduza o sal, modere o consumo de açúcar e os carboidratos. Mara explica que eles precisam de boa quantidade de insulina para serem absorvidos, o que leva à reter líquidos. Beba muita água e chás. "Eles ajudam os rins a funcionarem", indica Heloisa. Coloque alimentos diuréticos na dieta. Como: melão, pera, alface, pepino, aipo e abacaxi. Marque uma sessão de drenagem linfática, recomenda a fisioterapeuta Mariana Moraes, para eliminar as toxinas e a água em excesso.

Essa matéria é um oferecimento da Revista Shape.