mulher

Coloque pimenta dentro do seu azeite e acelere a queima de gordura sem perceber

alimentos metabolismo pimenta
Istockphoto/Thinkstock

A nutricionista funcional Carol Borghesi aconselha a adoção de atitudes simples, mas que podem fazer a diferença no nosso dia a dia. Entre as dicas de ouro para turbinar o emagrecimento, consumir mais pimenta a cada refeição pode ser uma alternativa natural e altamente saborosa.

Leia também:Como fazer molho de pimenta?Pimenta: diferentes tipos e como usar4 bons motivos para incluir pimentas na dieta

A pimenta contém vários compostos bioativos, entre eles, a capsaicina que aumenta a produção de calor e faz com que o metabolismo fique um pouquinho mais acelerado. Ou seja, a pimenta é reconhecida como um alimento termogênico, que estimula os processos metabólicos e acelera a queima de gordura.

A capsaicina, que é a responsável pelo sabor ardidinho da pimenta e, entre outras coisas, também estimula a produção de endorfina, substância que dá sensação de prazer. No entanto, é a qualidade termogênica da picância que faz com seu corpo transforme um alimento em calor, ao invés de estocá-lo em forma de gordura.

antepasto pimentao 163188314
Thinkstock

Assim sendo, quanto mais ardida a pimenta, maior a chance do que foi ingerido ser queimado na forma de calor. Segundo a especialista, se você não tem tolerância a picância e não tem o costume de ingerir pimenta, pode adicionar a especiaria no frasco de azeite. De acordo com Carol, a capsaicina também é liberada e absorvida pelo óleo, que vai adquirir todos os seus benefícios termogênicos.

Assista às dicas da nutricionista:https://www.youtube.com/watch?v=ShMRGARR_7o