mulher

Colágeno é essencial para pele, cabelos e músculos

464906627
Thinkstock

O colágeno é uma proteína essencial ao organismo. Ela ajuda a eliminar o efeito molenga, deixa a pele mais lisinha e os músculos mais firmes. "É responsável pela formação da maioria dos tecidos. Está presente em todo o corpo", explica a nutricionista da academia Contours, Carol Faria.

Leia também:

Como incluir colágeno na dieta

Balas de colágeno deixam a pele mais firme e inibem a fome

Receita de suco de abacaxi com colágeno para secar a barriga

Só para você ter ideia, o colágeno é um importante aliado e representa 70% de toda proteína da pele e 30% do nosso corpo. Mas, como tudo na vida, ele não é para sempre. Alguns fatores como a glicação - que é danificação da estrutura do colágeno e de outras proteínas, causada pelo consumo exagerado de açúcar e carboidratos, tabagismo, excesso de sol e até mesmo o estresse - podem causar uma diminuição na sua produção. Após os 25 anos, cerca de 1% do colágeno do seu corpo vai embora por ano.

Quer dizer? Se você não repor, em 5 anos já perdeu 5% desta proteína no seu organismo. "É por isso que na fase dos 30 anos as pessoas percebem flacidez e rugas porque a pele começa a perder elasticidade surgindo também a flacidez", diz a dermatologista Claudio Mutti, de São Paulo. E isso pode refletir principalmente na sua pele que começa a ficar mole, igual gelatina. Então, uma regra básica. Coloque colágeno na sua dieta para dar um up no seu corpo, tonificar os músculos e outras cositas mais que você vai ficar sabendo aqui!

Benefícios do colágeno

Melhora a firmeza da pele

O colágeno ajuda na elasticidade e firmeza da pele. Um estudo feito pelo Medcin Instituto da Pele, de São Paulo, comprovou esse efeito. Eles analisaram três grupos de mulheres com idades entre 35 e 60 anos. O primeiro tomou uma dose diária de 2g de colágeno hidrolisado, o segundo tomou 5g e o terceiro não tomou nada. Os resultados foram gritantes: O grupo que tomou 2g teve um aumento de 4% na firmeza e 8% na elasticidade. Já quem ingeriu 5g teve aumento de 17% na hidratação, 5% na firmeza e 10% na elasticidade da pele! Vale lebrar que a diferença entre o colágeno e o colágeno hidrolisado utilizado na pesquisa é que o primeiro é a proteína inteira, já o segundo, é a molécula já quebrada e fracionada em aminoácidos, facilitando a absorção no organismo e super fácil de encontrar em cápsulas ou em pó! Um exemplo ótimo da ação do colágeno na pele é o da gelatina: "Quanto mais colágeno tem em uma gelatina, mais firme ela é, Como na maria-mole se usa pouca gelatina (colágeno) ela é molinha. O mesmo vale para a pele!" diz o professor e cosmetólogo Maurício Pupo (SP).

Ajuda a comer menos

Precisa afinar? Vá de colágeno! Ele sacia porque deixa a digestão mais lenta. É que quando ingerido forma um "bolo" no estômago

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Crédito: Shutterstock

preenchendo os espaços e enganando a fome. "Por ser uma proteína, o colágeno tem um processo de digestão mais lento do que outros alimentos, além disso, o próprio processo de digestão das proteínas promove gasto de calorias", explica Carol Faria. Seu efeito saciante já foi muito analisado e estudos apontam que pessoas que ingeriram colágeno no café da manhã, por exemplo, tiveram seu apetite reduzido em até 40% no almoço!

Afina de verdade!

Parece mentira, mas além de reduzir a fome, o colágeno ajuda a emagrecer e mantém a massa magra! Foi o que um estudo inglês comprovou. Algumas pessoas foram submetidas a ingerir o colágeno hidrolisado por 8 semanas. Para comprovar a veracidade do poder de emagrecimento da santa proteína, eles foram impedidos de começar dietas ou fazer qualquer atividade física durante o tempo de pesquisa. A única restrição era não comer nem beber nada além de chá de ervas e 200 ml de água com colágeno até 3 horas antes de dormir. Resultado? Eles afinaram 5 cm de cintura e reduziram em 6,64% a gordura corporal. O melhor de tudo! Não foi perdida nenhuma grama de músculos.

Turbina os músculos!

Além de afinar, ele também ajuda a tonificar os músculos! Isso é explicado por sua produção de creatina e arginina, aminoácidos essenciais no crescimento muscular. O colágeno hidrolisado faz com que nosso corpo mantenha a quantidade adequada de massa muscular e ajuda o organismo a reconstruir as fibras musculares perdidas, quando aliado à atividades físicas pode se tornar uma excelente fonte proteica. "Quanto mais colágeno, mais proteína e mais força muscular temos", explica o professor e cosmetólogo Maurício Pupo. O colágeno é responsável também por diminuir o tempo de recuperação do músculos entre uma atividade e outra. O melhor é que você pode diluir uma porção em pó para turbinar aquele shake pós-treino.

Diga não para estrias e celulites!

Cerca de 70% da nossa pele é composta por colágeno, essa superproteína que funciona como um "cimento" natural da pele. "Ele fortalece os tecidos, promove a elasticidade e dá resistência à pele" diz Fernanda Carrilho de Menezes, Mestre em Ciências da Saúde e doutora em dermatologia pela Faculdade de Medicina da USP. Seu consumo diário também previne o aparecimento de celulite e estrias. Isso acontece porque ele é responsável pela formação das fibras que dão sustentação à pele. Que tal potencializar esse efeito? Combine sempre o consumo de colágeno com vitamina C e selênio - são importantes para sua absorção - e vitamina E, que além de antioxidante promove a formação das fibras colágenas da pele. A vitamina C pode ser encontrada em frutas cítricas como a laranja e limão. Já a vitamina E e o selênio estão na castanha-do-pará e nas nozes, por exemplo.

Fortalece articulações e ossos

Na Europa, a procura pelo colágeno cresce 5% todo ano e o principal motivo é a saúde dos ossos! Segundo Oesser S. autor do artigo "Collagen hydrolysate for the treatment of osteoarthritis and other joint disorders" a ingestão de colágeno hidrolisado estimula a produção natural do colágeno pelo organismo e ajuda no acúmulo do próprio colágeno nas articulações aumentando a atividade dos condrócitos - que são células presentes nas cartilagens. Outro estudo utilizou a proteína na tratamento de dores articulares por atletas durante 6 meses. "O colágeno é a principal proteína do osso, sendo responsável pelas propriedades biomecânicas, dando elasticidade e resistência ao processo de tração do osso, serve também como agente terapêutico para dores articulares", diz Andrea Frias.

É barato e fácil de encontrar!

Além de toooodos esses benefícios, o colágeno está em todo lugar e com preços acessíveis, há opções desde cápsulas, sucos, cremes, balas, chocolates e capuccino até tratamentos como peeling e escova, em que ele atua como agente principal. A própria gelatina é fonte de colágeno, porém, como apresenta somente 10% de proteína e cerca de 5% de colágeno, não pode ser considerada tão eficiente quanto aos outros alimentos. Ele também pode ser encontrado em alimentos de origem animal, como carne vermelha, frango ou peixe. "Uma dica importante é associar o consumo destes alimentos a outros ricos em vitamina C como laranja, acerola, limão e kiwi, pois ajudam na absorção do colágeno", explica Renata Narducci, nutricionista do hospital e maternidade Christóvão da Gama. Com tantas opções fica fácil incluí-lo na sua dieta, seja no café da manhã como cápsula ou após seu treino com o shake.

Não tem contraindicação!

O USDA/FSIS, órgão regulador de produtos de origem animal dos Estados Unidos aprovou desde 2009 a utilização da proteína de colágeno na indústria de alimentos nos EUA e ele é indicado até como complemento para uma dieta saudável. Aqui no Brasil, já é considerado como alimento pela Anvisa. "A forma hidrolisada do colágeno é de alta e fácil digestibilidade e ele pode ser consumido diariamente", explica a

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Crédito: Shutterstock

nutricionista Carol Faria. O consumo diário ideal é de 10 g ao dia. Por isso, fique atenta a quantidade que você consome. Para saber do quanto seu organismo precisa é sempre bom consultar uma nutricionista ou dermatologista, ok?

Cabelos e unhas mais bonitos

Unhas de gata e cabelos lindos você também ganha com ele. "Esta proteína também está presente na fibra capilar e ajuda, inclusive no crescimento dos fios", fala Andrea Frias, Ph.D em nutrição e coordenadora do centro de pesquisa da Sanavita. O mesmo acontece com as unhas, que ficam mais fortes e crescem mais.

Evita o envelhecimento

Já é comprovado que nossa produção de colágeno diminui naturalmente, sendo o principal responsável pelo envelhecimento da pele. Aos 50 anos, devido as mudanças hormonais por conta do período da menopausa, nosso corpo produz só 35% de colágeno. Isso significa que você deve, o quanto antes, repor. Pois, além de evitar o envelhecimento da pele e flacidez dos músculos, diminui a perda óssea e fragilidade das cartilagens.

Essa matéria é um oferecimento da Revista Shape.