Atividade física melhora a memória: veja os exercícios campeões

168816517

Fazer exercícios físicos frequentemente não ajuda apenas a emagrecer, mas a melhorar a memória.

Leia também:

Alimentação saudável em 10 passos simples

Dieta x reeducação alimentar

Ganhar massa muscular requer alimentação adequada e descanso

Exercícios para a memória

Além de uma alimentação correta, muitos outros fatores influenciam na saúde do organismo e, claro, do cérebro também. A atividade física, por exemplo, é uma grande aliada da saúde de uma forma geral e também é muito eficiente para manter o cérebro ativo e "exercitado". "O exercício físico aumenta a oxigenação cerebral, além de melhorar doenças que podem comprometer a memória, como a hipertenção arterial, o diabetes e as alterações do colesterol. Essas doenças podem levar a alterações da microcirculação cerebral", explica Carla Jevoux, neurologista membro da Academia Brasileira de Neurologia.

Faça atividades prazerosas

A dança, por exemplo, pode ser uma boa opção de exercício que auxilia na memória, pois além dos benefícios do exercício físico de uma forma geral, ela ainda estimula o cérebro para decorar passos, novos movimentos e sequências. Sempre que é necessário aprender algo novo, o cérebro é obrigado a fazer novas conexões, estimulando novas áreas. "Caminhar, jogar, ler, dormir, socializar-se, aprofundar-se em seus interesses pessoais. Tudo isso parece – e é – prazeroso. Mas mais do que isso, estimula a saúde do cérebro", incentiva a nutricionista clínica e esportiva Fernanda Alves Dias, que atua no Centro Mineiro de Medicina e Estética (Cemes), em Belo Horizonte.

Corpo e mente

De acordo com uma pesquisa publicada na versão online da revista Neurology, praticar exercícios físicos pode ser mais eficaz para a memória do que o estímulo de atividades mentais. Pode não ser melhor, mas com certeza a atividade física também é muito importante para o cérebro. Esse novo estudo foi realizado pela University of Edinburgh, na Grã-bretanha, com quase 700 voluntários de 70 anos.

Muitas pesquisas já mostraram que o segredo para uma vida longa e saudável é manter a mente e o corpo ativos, mas dessa vez a pesquisa tentou apontar quais são as atividades capazes de retardar mais a redução dos volumes das massas cinzenta e branca do cérebro, ligadas à memória e à cognição. Com o passar dos anos, as massas cinzenta e branca tendem a diminuir, como efeito natural do envelhecimento.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Quando você se exercita mais, sua mente também agradece! Créditos: Thinkstock

Os pesquisadores entrevistaram 691 idosos para saber quais eram seus hobbies, hábitos, a frequência de atividade física e o que costumava praticar. Os resultados mostraram que as pessoas que praticavam mais atividade física foram os que apresentaram maior volume das massas cinzenta e branca no cérebro. Além disso, esses idosos também estavam mais protegidos contra lesões no órgão. Como esse ainda foi um primeiro estudo, será necessário elaborar mais pesquisas para determinar a diferença entre as pessoas que praticam mais atividade física e as que praticam mais atividades intelectuais.

Pratique outras atividades

Para que você saiba o que pode mudar no seu dia a dia para melhorar sua memória, a nutricionista Fernanda Alves Dias elaborou uma pequena lista.

  • A tecnologia contribuiu muito para que o nosso cérebro continuasse a se desenvolver, pois este mecanismo exige que você fique cada vez mais atento a pequenos detalhes que antes não existiam.
  • Encontrar-se com os amigos, sair para bater papo, conversar sobre assuntos leves proporcionam o bem estar mental. É um período em que o cérebro "descansa" dos desafios e se recompõe para recomeçar mais ativo.
  • Saiba administrar também suas emoções seu cérebro agradece. Ele terá mais energia armazenada para usá-la no que realmente importa.
  • Opte em fazer atividades físicas com regularidade, caminhar, dançar, praticar esportes, malhar pois a conciliação da prática de atividades físicas e o equilíbrio nutricional propiciam o regular funcionamento de todas as funções metabólicas corporais e contribuem para uma maior manutenção de todas as nossas funções cerebrais.