mulher

Advogada perde 76 kg com shakes e reeducação alimentar

dieta para emagrecer 1
Imagem: blogdalili_

Lili sempre foi gordinha, mas a gravidez fez o ponteiro da balança chegar à casa dos 170 kg. Apesar do impressionante ganho de peso durante a gestação, foi só quando seu filho chegou aos 2 anos que a mãe de primeira viagem decidiu se cuidar. Hoje, outros dois anos mais tarde, ela chegou aos 94 kg – mas ainda espera alcançar os 70 kg – e divide sua luta diária para emagrecer com seus quase 70 mil seguidores no Instagram.

Leia tambémBlogueira ensina lições que lhe renderam curvas de dar invejaLucília Diniz revela dieta que a fez perder 61 kgDieta para emagrecer 6 kg em 60 dias sem efeito sanfona

Depois de uma gestação complicada, Liliane Tomás, a Lili, chegou aos 170 kg. O desequilíbrio emocional foi descontado na comida e, passados os 9 meses, ela havia engordado 74 kg.  Seu filho, Rafael, nasceu saudável, mas Lili continuou com o peso oscilando entre 150 kg e 160 kg. Dois anos depois ela foi internada com pressão alta e gordura fígado. Foi a mãe de Lili quem fez a mãe solteira cair na real: quem cuidaria de seu filho se ela não estivesse mais ali?

Emagrecimento 

Lili já era uma antiga vítima do efeito sanfona, mas dessa vez estava decidida a emagrecer de vez. A primeira opção foi tomar shakes por conta própria. Em dois anos e meio, Lili emagreceu 60 kg com o recurso que hoje considera pouco saudável.

dieta para emagrecer 2
Imagem: blogdalili_

Em dezembro de 2013 ela resolveu abandonar a bebida emagrecedora. Tentou as dietas Dukan e low-carb. Depois percebeu que o principal, a cabeça, não havia mudado com os shakes e também não mudaria com dietas restritivas. Foi em fevereiro que ela procurou um nutricionista e passou a fazer uma reeducação alimentar bem orientada. "Eu emagreci com shake, mas não ia conseguir o mesmo resultado que eu tenho hoje, tenho mais músculo, mais firmeza e meu percentual de gordura é de 24%, as sobras de pele também estão voltando automaticamente, acho que o certo é o que eu estou fazendo agora", conta.

Alimentação da Lili 

dieta para emagrecer
Imagem: blogdalili_

Os primeiros dois meses da reeducação alimentar foram dedicados a uma desintoxicação do organismo. A fase atual, que tem como objetivo secar a gordura, é mais rígida. O prato principal é o frango com batata doce. "É impressionante o resultado, dá muito músculo", conta sobre a dupla queridinha de quem malha. Ela também come muita clara de ovo, salada, carne, frango, peixe e carboidratos complexos. Lili ainda se impressiona por não passar fome e emagrecer comendo, principalmente depois de um período tão grande tomando shake. "Eu como muito, muito mesmo, mas só coisas saudáveis".

Apesar da força de vontade que a ajudou a eliminar 76 kg, Lili já teve recaídas. "Uma vez comi três pacotes de bolacha recheada de uma vez só", diz. Mas o momento mais difícil foi quando perdeu sua mãe. "eu estava com 98 kg e pulei para 116 kg". Na época ela buscou ajuda de uma psicóloga que a auxiliou a retomar a dieta, mas foi apenas nas consultas com o nutricionista que ela adquiriu consciência da real mudança que estava acontecendo.

Treino da Lili

A mãe do Rafael faz uma hora de musculação e meia hora de esteira, bicicleta ou elíptico, toda segunda, quarta, sexta-feira e domingo. Lili prioriza os aparelhos porque acredita que perder peso é diferente de emagrecer. "Perdendo peso, você perde gordura, mas perde também músculo, agora eu emagreço e consigo ver os músculos aparecendo".

treino para emagrecer
Imagem: blogdalili_

Mudança no corpo e na cabeça

Em aproximadamente dois anos, Lili passou do manequim 64 para o 48 e dos 160 kg para os 94 kg, mas diz que não é viciada na balança e que prefere perceber a mudança do corpo no espelho. Hoje ela acha estranha a dependência que tinha da comida antigamente. "Eu me enganei muitos anos buscando soluções milagrosas, hoje eu sei que quanto mais lento o emagrecimento, melhor, pois o organismo se acostuma", diz. 

*Matéria publicada em 13/11/2014.