Trabalho atrapalhando o relacionamento: psicóloga diz o que fazer

trabalho atrapalhando casamento capa
Crédito: Thinkstock

Estar separado do companheiro nos horários de trabalho muitas vezes é essencial para o casamento dar certo. Isto porque para alguns casais a distância é necessária para alimentar a saudade, o desejo e a vontade de estar junto. No entanto, quando as tarefas externas começam a tomar muito tempo e disponibilidade de um ou de outro, a relação pode ser atingida.

Leia também:Os 5 maiores erros que casais cometem no relacionamento8 atitudes para salvar uma relação que podem arruiná-la de vez10 fantasias sexuais para apimentar qualquer relação

Segundo a terapeuta comportamental Ramy Arany, atualmente, aliar a carreira de sucesso com o casamento tem sido um grande desafio. As empresas exigem muita dedicação de seus funcionários e o companheiro muitas vezes não consegue dosar até onde deve se doar sem se ausentar de casa.

"A pessoa que trabalha fora comumente fica na empresa muito tempo além do seu horário, viaja por longos períodos ou faz plantões aos finais de semana. Nesses casos, é muito comum que o tempo de dedicação ao companheiro diminua, gerando falta de atenção e vontade de sair para se divertir ou ânimo para dividir as responsabilidades da casa e dos filhos", diz a terapeuta. "A vida sexual também pode ser afetada, pois a tendência é que a pessoa chegue em casa e só queria descansar", completa.

O pouco tempo disponível acaba gerando a ausência e ela mina completamente a intimidade do casal. A pessoa que começa sentir a falta, por mais que entenda a necessidade do trabalho, começa a se perguntar sobre a necessidade daquela hora extra ou sobre o tempo real da viagem. Insegurança ,desconfiança  e culpa começam a surgir. "É natural que nesses casos o parceiro desconfie de traições, se culpe ou se pergunte se o amor não acabou", exemplifica Ramy.

Segundo a psicóloga, o maior problema está em quando, a partir dessa situação, um dos lados começa a criar situações hipotéticas. "O outro vai se tornando estranho e isso vai fazendo com que a pessoa comece a criar situações não-reais. Essa fantasia gera uma série de problemas emocionais que, com o tempo, podem se tornar irreversíveis", alerta.

Como salvar meu casamento

trabalho atrapalhando casamento 2
Crédito: Thinkstock

Converse com o parceiro

Para Ramy, a solução está primordialmente no diálogo. "É preciso, antes de qualquer coisa, sentar e conversar para ver quais são as bases daquela relação", orienta. Perguntas como "por que estamos juntos?", "qual é o propósito na nossa relação?" e "quais são os nossos sonhos?" podem ser o começo de uma conversa saudável.

Somente o dialogo é capaz de fazer com o que o outro compreenda a situação e que passe a confiar na relação e aceitar os momentos difíceis. "Um casal só consegue acabar com o ciúme, com a magoa e com as cobranças quando conseguem ter conversas sinceras", conta a terapeuta.

Evite as cobranças

No entanto, na tentativa de salvar o casamento a cobrança pode ser um caminho sem volta. "Somos seres que cobram demais. A cobrança serve como um instrumento para dizer que não estamos felizes com determinada situação – seja a distância, a ausência ou a falta de intimidade, atenção ou carinho", diz. Mas, segundo a terapeuta, esta é uma postura ruim, pois gera ainda mais estresse para a relação.

"Cobrar o outro só vai deixá-lo mais tenso. A saída sempre é sentar e conversar, colocar tudo em pratos limpos. É necessário construir um ponto comum aos dois. Quais são as prioridades do casal? O que vai poder ser relevado? Quem vai abrir mão do que? É muito importante ter em mente que os dois precisam ceder nesse momento", explica Ramy.

Ela ainda lembra que tão importante quanto falar do casal, é falar de si. "Às vezes a gente acha que o outro sabe o que está acontecendo dentro da gente, mas na verdade ele não sabe". Dividir as questões íntimas, as desconfianças e as frustações pessoais ou do trabalho também é fundamental.  Segundo Ramy, o sentido da palavra cumplicidade precisa ser praticado porque muitas vezes é necessário substituir a crítica pelo acolhimento e por conselhos.

Como conversar com meu marido sem brigar

trabalho atrapalhando casamento 3
Crédito: Thinkstock

"Casais que não tem o hábito de conversar com calma e sensatez podem ter dificuldade no começo. Mas, o tempo vai trazendo prática e deixando o momento mais fácil e prazeroso", conta a psicóloga.

Terapia de casal

Entretanto, quando os casais encontram dificuldade para dialogar ou então mesmo com ele não conseguem se resolver, a ajuda externa pode ser importante. Muitas vezes para resolver o problema de um casal e necessário olhar e dar atenção para cada um dos membros individualmente.