Sororidade: palavra de significado lindo que, se você praticar, mudará sua vida

sororidade amizade amigas mulheres 0619 1400x800
Denis Kuvaev/Shutterstock

Olhar para outra mulher com solidariedade e sentimento de amizade. Não é para complicar as relações humanas, mas para trazer mais integração entre nós que existe a palavra sororidade. Você já ouviu falar? Sabe o que significa? Se não, você não deve ser a única, mas descobrir o que ela é poderá transformar suas relações e até sua vida.

Este é um conceito pouco utilizado ainda em nossa sociedade, mas que, certamente, você já aplicou na sua vida sem saber. O Bolsa de Mulher te explica hoje tim-tim por tim-tim o que quer dizer essa palavra estranha e te dá todos os motivos para você acrescentá-la agora no seu dia a dia.

Sororidade: o que é

Esqueça a ideia de que mulheres sempre são rivais e que disputam a qualquer custo a atenção dos homens, o cargo na empresa, a coroa de rainha do baile.

Sororidade é um substantivo com o significado exatamente oposto a esses paradigmas. Ele representa a união entre mulheres em várias dimensões da vida e reflete de maneira exata a expressão "não somos concorrentes, somos irmãs".

Algumas pessoas associam o conceito de sororidade ao de fraternidade que, no dicionário, é definido como "convivência harmoniosa e afetiva entre as pessoas".

ajuda apoio mulheres sororidade 0619 1400x800
Bignai/Shutterstock

Mesmo que seja comum usarmos a fraternidade em um sentido de identificação de "irmandade" para todas as pessoas, fato é que o termo, por vezes, é apropriado por uma cultura masculina.

Sobra a nós, mulheres, expandirmos o conhecimento – e a prática – da sororidade no nosso meio sociais. E, fica um adendo: esta palavra ainda não está no dicionário da língua portuguesa, o que institucionaliza a ausência de identificação deste verdadeiro e possível comportamento.

Como praticar e por que é fundamental fazê-lo?

Queiramos ou não, estamos acostumadas a crescer e pensar dentro de uma "caixinha machista", cercada por preconceitos e padrões de comportamento.

Quantas vezes escorregamos e julgamos outra mulher pelo seu jeito de vestir, falar ou se relacionar?

Muitas vezes algumas dessas alfinetadas são resultado de uma visão deturpada e inconsistente de que somos inimigas e não temos capacidade de sermos solidárias umas com as outras. No fundo, todo esse papo é influenciado pelo retrógrado discurso "mulher não é amiga de verdade de outra mulher".

inimigas 0619 1400x800
Antonio Guillem/Shutterstock

Vale uma reflexão: quando uma mulher erra uma baliza, você comenta "só podia ser mulher"? Se alguém usa uma roupa muito curta, você faz questão de chamá-la de vagabunda?

Pois, antes de repetir esses julgamentos de novo, vale lembrar que todas nós já sofremos muito com a objetificação e sexualização dos nossos corpos, com os padrões inatingíveis de beleza e, de maneira geral, com as disparidades de gênero.

A mulher já é constantemente colocada como mais incapaz que os homens, mais vulgar que os homens, e tem seu papel no mundo sempre questionado ou limitado. Por que endossar esse discurso?

Sororidade significa que você será mais forte

Outro motivo para você acreditar e apostar na sororidade é o fato de que quando você atinge uma mulher também atinge a si mesma.

"A gente ‘desempodera’ muito a mulher que está a nossa volta – e temos que aprender que, assim, estamos nos ‘desempoderando’ também", avalia a criadora do movimento Vamos Juntas? e autora do livro "Vamos juntas? – O guia da sororidade para todas", Babi Souza.

"A sororidade não traz o conceito de que devemos amar todas as mulheres, mas que não podemos odiar as mulheres pelo simples fato de elas serem mulheres".

Convidamos você a experimentar a sororidade. Que tal se solidarizar com as mulheres ao seu redor e criar laços genuinamente femininos, ao invés de brigarmos umas com as outras?

sororidade maos dadas ajuda 0619 1400x800
WEERACHAT/Shuttersotck

Famosas que praticam sororidade

Ainda que muitas mal saibam o literal significado de sororidade, muitas mulheres passaram, nos últimos tempos, a perceber o quão importante é o apoio que elas podem dar umas às outras, praticando isso sem necessariamente entender que a atitude possui um nome. É o caso, inclusive, de algumas famosas cujos discursos empoderados deveriam ser conhecidos por todas:

Maisa Silva

Mesmo crescendo aos olhos do público e inserida desde muito nova em um meio que pode ser muito cruel com mulheres, a apresentadora Maisa se mostra cada dia mais sábia. Além de se posicionar sobre assuntos sensíveis que têm relação, por exemplo, à LGBTfobia e ao racismo, Maisa também sempre dá um jeito de incentivar a igualdade de gêneros e a sororidade em seus discursos.

prorama da maisa 1 0319 1400x800
Gabriel Cardoso/SBT

Em 2019, por exemplo, Maisa aproveitou o Dia Internacional da Mulher para deixar um importante recado em seu perfil no Twitter - algo que, na época, fez até a atriz Bruna Marquezine voltar da pausa que havia dado nas redes sociais para comentar a fala da apresentadora. Na ocasião, após pedir que homens tivessem mais consciência sobre seus atos, ela escreveu:

“Tô aqui pra parabenizar apenas. Parabenizar todas as mulheres que me inspiram, que seguem dia após dia conseguindo o próprio espaço, que levantam outras mulheres pra que elas possam seguir juntas, que educam, lutam, refletem, sofrem, mas nunca desistem. Precisamos de força, de mais pessoas apoiando nossa luta por direitos e de menos gente dizendo o que podemos ou não fazer. Lugar de mulher é mudando o mundo. Força a todas as minhas irmãs, muita luz e parabéns por chegar até aqui”.

Tatá Werneck

Assim como Maisa, Tatá é bem queridinha nas redes sociais - isso porque, além de hilária, ela se preocupa em passar mensagens empoderadas a seu público. Durante a gravidez de sua primeira filha com o ator Rafael Vitti, isso se intensificou ainda mais, e a humorista deu um belo exemplo de sororidade em diversos posts publicados durante a gestação.

tata werneck 0319 1400x800
Globo/Ramón Vasconcelos

Mesmo com uma condição que aumenta intensidade dos enjoos sentidos pelas mulheres grávidas, a humorista decidiu continuar trabalhando e, em uma bela postagem, Tatá agradeceu o apoio recebido por Larissa Manoela durante sua passagem pelo "Lady Night" (Rede Globo). No texto, ela também aproveitou para lembrar que nem todas as gestantes contam com algo assim, deixando também palavras de incentivo à elas:

“Não vou esquecer do seu carinho quando, antes de entrar e ainda passando mto mal, fiquei vomitando numa lixeira e ela me dando apoio. Está sendo bem difícil pra mim. Mas deve ser mais difícil pras milhares de mulheres grávidas que passam mal e não têm apoio e têm vergonha de dizer com medo de perderem seus empregos. Penso em vcs o tempo todo! Por vocês, mulheres, prometo que não vou fazer parecer fácil o que não é”.

Luísa Sonza

Cantora em ascensão e esposa do humorista Whindersson Nunes, Luísa Sonza tinha tudo para se tornar uma pessoa arisca. Mesmo tendo diversos aspectos de sua vida criticados na internet, porém, Luísa não deixa a positividade de lado em seus discursos, focando sempre em pregar que as mulheres se ajudem - seja em suas músicas com letras empoderadas quanto em desabafos.

luisa sonza 0419 1400x800
Leo Franco/AgNews

Em 2019, por exemplo, a cantora entrou na enorme lista de mulheres que já tiveram fotos íntimas expostas na internet quando, após ter seu Instagram invadido, uma imagem em que ela aparece nua foi postada na própria rede social com a ferramenta Stories. Ainda que abalada, porém, Luísa manteve a cabeça erguida e, conforme contou em um papo com o apresentador Pedro Bial, o fez pelas mulheres.

Em uma passagem pelo “Conversa com Bial” (Rede Globo), Luísa foi questionada pelo apresentador sobre sua reação ao vazamento da foto íntima e, ao responder, além de dizer que não quis dar tanta atenção ao caso para não satisfazer quem tentou lhe fazer mal, também lembrou de outras pessoas que passaram por isso. Na ocasião, ela disse:

“Na hora eu pensei em muitas meninas, principalmente no interior, gente, isso acontece e acaba com a vida das meninas. Conheci meninas que acabaram se suicidando por causa disso, conheci meninas que tiveram que trocar de escola. [...] Eu sou uma pessoa que tem voz, se eu desse importância como se minha vida tivesse acabado… Quero que essas meninas continuem a vida delas, não precisem trocar de escola, não acabem se matando por causa disso, que isso não afete a vida delas”.

Lady Gaga

lady gaga oscar 2019 0219 1400x800
Frazer Harrison/Getty Images

Com uma história marcada por situações tristes e até abuso sexual, a cantora e atriz Lady Gaga é popular não apenas por seus hits ou seu protagonismo no longa “Nasce Uma Estrela”, mas também por seus discursos empoderados e cheios de mensagens de sororidade. Isso aconteceu, por exemplo, na edição de 2018 do “ELLE’s Annual Women in Hollywood”, em que Gaga foi premiada e deixou à plateia uma fala poderosa em agradecimento.

Na ocasião, a cantora estava com trajes ainda tidos como inusitados para uma mulher, e comentou que, ao experimentar vestidos para ir ao evento, começou a refletir sobre os padrões aos quais ela e todas as outras são submetidas. Ao agradecer o prêmio (e às lágrimas), ela disse:

“Me senti mal e me perguntei: ‘O que realmente significa ser uma mulher em Hollywood?’. Nós não somos apenas objetos para entreter o mundo. Nós não somos simples imagens que trazem sorrisos ou caretas para os rostos das pessoas. Nós não somos membros de um enorme concurso de beleza destinadas a ficar umas contra as outras para o prazer do público. Nós, mulheres em Hollywood, somos vozes, temos pensamentos profundos, ideias. crenças e valores sobre o mundo, e nós temos o poder de falar, ser ouvidas e lutar de volta quando somos silenciadas”.

Ariana Grande

Outra queridinha das redes sociais que além de talentosa também não fecha os olhos frente à desigualdade entre homens e mulheres é a cantora Ariana Grande, que, usando seus perfis no Twitter e no Instagram, vive dando grandes lições em quem objetifica mulheres ou as coloca como rivais de alguma forma.

ariana grande show 0519 1400x800
Rich Polk / Stringer/GettyImages

Assim como uma infinidade de mulheres, Ariana é bastante criticada por usar roupas curtas ou se portar de forma sensual. Essa crítica também é algo frequente entre as próprias mulheres, mas, em vez de internalizar esse tipo de discurso, Ariana luta contra ele, usando sua voz para defender não apenas a si mas todas as mulheres que se sentem recriminadas por ser o que são.

Em seu Twitter, certa vez, ela publicou uma série de mensagens sobre o assunto, mostrando ser um verdadeiro exemplo de sororidade para meninas que a acompanham:

“Expressar a sexualidade na arte não é um convite para desrespeito!!! Assim como usar uma saia curta não é pedir para ser assediada. As escolhas das mulheres, nossos corpos, nossas roupas, nossa música, nossas personalidades… Sensuais, ousadas, divertidas. Não. São. Um. Convite. Vocês estão literalmente dizendo que se nós temos certa aparência, vocês podem simplesmente nos ter. Mas não!!! Temos o direito de nos expressar”.

Mais sobre sororidade, empoderamento e feminismo