glam

Fotodepilação x depilação a laser: os prós e contras de cada um

fotodepilacao pelos verao

Recentemente, surgiu um novo método de depilação com a proposta de eliminar ou reduzir significativamente os pelos de forma duradoura: a fotodepilação. A técnica, a rigor, é a mesma da depilação a laser, mas promete dois diferenciais: baixo custo e ausência total de dor.

O procedimento é feito através do método de Luz Pulsada Intensa. Uma máquina libera um flash de luz que procura pela melanina presente no pelo. A substância, que é a responsável pela cor preta do fio, atua como condutora do calor, levando-o até a raiz do pelo que é, então, queimada e eliminada.

A depilação a laser utiliza basicamente o mesmo método, mas apresenta algumas diferenças, como a utilização de luz mais concentrada e em uma potência maior.

Veja abaixo os prós e os contras de cada tratamento:

FOTODEPILAÇÃO:

Prós

- É indolor

Por ser usada em uma intensidade menor de energia, a luz não atua tão profundamente como no método a laser e, por isso, não causa dor.

- É mais barato

Nas principais clínicas, o preço varia entre R$55 e R$60 por área e por sessão. São consideradas áreas tratáveis a virilha, o buço, ambas as axilas, o bumbum, entre outros. Cada perna conta como uma área, portanto o preço para a depilação completa de ambas sai entre R$110 e R$120.

- Garante redução de 70% a 80% dos pelos

"É impossível eliminar 100% dos pelos, porque sua produção nunca para", explica a fisioterapeuta responsável da D’pil Ana Carolina Markesz, especialista em luz pulsada.

- A sessão é mais rápida

O procedimento nas duas pernas inteiras dura cerca de 40 minutos. Nas axilas, a sessão demora em torno de 15 minutos.

Contras

- Não pode ser feita em pessoas negras ou bronzeadas

"Esta é uma contraindicação absoluta. A luz procura pela melanina, que é o que dá cor ao pelo. Como a pele negra ou bronzeada contem alta densidade desta substância, a luz não vai diferenciar o pelo da pele e vai causar queimaduras no cliente", explica Ana Carolina.

- Não funciona em pessoas com pelos loiros, brancos ou ruivos

Pelo mesmo motivo anterior: os pelos claros não possuem melanina, ou possuem em quantidade muito baixa, portanto a luz não consegue encontrá-los.

- Existe o risco de aumentar a quantidade de pelos ou torná-los mais finos, sem eliminá-los

"O que acontece com a fotodepilação é o uso de uma energia muito baixa, o que pode aumentar a quantidade de pelos, ou pior, afiná-los. O pelo funciona como uma antena de captação, então, quanto mais fino, mais difícil de ser encontrado e eliminado. As chances de acabar definitivamente com ele tornam-se mínimas", explica a Dra. Valéria Campos, membro do Departamento de Laser da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

- Manutenção deve ser feita pelo menos uma vez por ano

Após a sessão inicial, o cliente deve fazer uma única sessão de manutenção a cada ano para eliminar os pelos novos que nasceram.

- Requer um número maior de sessões

O tratamento de fotodepilação leva de seis a oito aplicações para ser concluído nas mulheres e de oito a dez para ser feito nos homens.

DEPILAÇÃO A LASER:

Prós

- Após o tratamento inicial, não é necessário fazer manutenção

"Quando bem feita, a depilação a laser não precisa de manutenção, a menos que você tenha algum distúrbio hormonal que faça o pelo crescer de volta", garante Dra. Valéria, que ainda alerta: "Homens devem pensar bem antes de fazer a barba a laser, pois depois não nasce mais."

- Elimina 80% dos pelos

Semelhante à fotodepilação, o laser promete acabar com 80% dos pelos, porém de forma definitiva e em menos tempo.

- Requer menos sessões

São necessárias de duas a cinco aplicações na depilação a laser para concluir o tratamento. "A fotodepilação sai mais caro, porque demora mais. Já vi caso de cliente que passou por 20 sessões. Sempre desconfie do tratamento com número de sessões acima de cinco, pois pode estar sendo utilizada energia baixa", alerta Dra. Valéria.

- Existe depilação a laser para peles negras e bronzeadas

Nos aparelhos mais modernos, já é possível regular o alcance e a intensidade da luz, permitindo que mulheres negras e bronzeadas façam o tratamento sem terem a pele manchada ou queimada.

Contras

- Dói

O método a laser, por utilizar energia em potência maior, é bastante dolorido.

- É mais caro

Os preços são bem salgados comparados à fotodepilação. O buço pode custar de R$60 a R$200 por sessão. Duas pernas inteiras variam entre R$600 e R$2.000 a sessão.

- Não funciona em pessoas com pelos loiros, brancos ou ruivos

Da mesma forma que acontece na fotodepilação, o laser também procura pela melanina no pelo, tornando ineficaz o tratamento em pessoas que não têm o pelo preto.

- A sessão é mais demorada

A aplicação pode demorar até duas horas para as duas pernas inteiras.

Saiba mais sobre a fotodepilação no vídeo abaixo.