glam

Cutículas

102756
Shutterstock

Feita de queratina, uma proteína resistente que funciona como uma barreira de proteção em algumas partes do corpo humano, a cutícula – que costuma ser exterminada pelas mulheres na hora de fazer as unhas – exerce papel muito importante na hora de evitar contaminações.

“Ela tem a função de proteger a matriz ungueal da entrada de produtos químicos, agentes biológicos e outros. A retirada dela dá abertura para a entrada de infecções”, explica a dermatologista Deise Iamada. “Caso ocorra a entrada de bactérias a pessoa apresenta dor, inchaço no local e eventualmente saída de pus. Se isso ocorre frequentemente, a pessoa apresenta o que chamamos de paroníquia crônica (inflamação da região periungueal). Na linguagem mais comum, conhecida como mão da lavadeira”.

Por isso, o mais indicado é não tirar as cutículas. Pode parecer um absurdo, já que gostamos tanto de cuidar das unhas e deixá-las bonitas. Mas, calma, existe opção! Se você quer deixar de tirar suas cutículas, existem cremes no mercado que prometem diminuí-las.

“Hidratar bem as mãos e a área das cutículas auxilia muito. Alguns cremes podem promover uma diminuição da cutícula, um afinamento, embora não desapareçam por completo”, alerta a especialista.