glam

Cirurgias excêntricas: plástica no umbigo, silicone nas coxas, panturrilhas e mais

cirurgias plasticas incomuns 2
Thinkstock

Conhece a cirurgia para engrossar a panturrilha, a plástica para a vagina ou as próteses de silicone para coxas? Esses procedimentos incomuns podem parecer loucura em um primeiro momento, mas são realidade e podem melhorar a qualidade de vida de quem não está feliz com o próprio corpo. Para explicar cada técnica, conversamos com o cirurgião plástico Dr. Wagner Montenegro, que fala sobre os benefícios e indicações de cada intervenção.

Leia também

Oxigenoterapia: conheça o tratamento das famosas contra celulite e estrias

10 mandamentos da cirurgia plástica sem riscos

Celulite: cinco causas e cinco formas de combater os furinhos

cirurgia para umbigo gal 1
Thinkstock

Onfaloplastia é a cirurgia de umbigo. O método curioso é utilizado por quem perdeu muito peso e ficou com a pele da região flácida, ou ainda por quem sofre com hérnia umbilical.

cirurgia para coxas gal
Thinkstock

Depois dos famosos silicones nos seios e, em seguida, no bumbum, agora a moda é colocar prótese nas coxas. A cirurgia é muito procurada por mulher magrinhas.

cirurgia para maos gal
Thinkstock

Outra técnica incomum é o rejuvenescimento das mãos. A intervenção busca renovar a aparência da pele e deixá-la mais elástica e sem rugas.

cirurgia intima gal
Thinkstock

A cirurgia íntima auxilia mulheres que não estão felizes com a aparência da vagina, seja por grandes lábios muito grandes, muito pequenos ou ainda pelo tamanho do chamado monte de Vênus.

cirurgia para panturrilha gal
Thinkstock

Silicone na panturrilha também tem ganhado adeptos. É indicado para quem não consegue tornear a região na academia e quer um resultado mais eficaz.

cirurgia olhos asiaticos gal
Thinkstock

Alguns orientais buscam por cirurgias que possam suavizar seus traços. A chamada ocidentalização dos olhos é a técnica responsável por deixar os olhos menos puxadinhos.

Para quem é indicada? – A chamada onfaloplastia é indicada para pacientes que sofreram efeito sanfona ou passaram por gestações que modificaram o formato do umbigo, além de pessoas que sofrem com hérnia umbilical.

Como é o procedimento? - O cirurgião plástico realiza a correção do umbigo através de um corte em forma circular por dentro do umbigo, dando origem a uma cicatriz bastante discreta. A cirurgia reposiciona o umbigo, proporcionando um melhor contorno e, no caso de hérnias umbilicais, corrige o problema.

Contraindicações - Cada caso precisa ser avaliado individualmente pelo médico, pois existem algumas doenças que podem impedir a realização da cirurgia plástica.

Recuperação - Pode haver inchaço e dor, mas a recuperação se dá em torno de uma semana. O paciente deve evitar exposição solar e exercícios físicos leves por, no mínimo, 30 dias.