glam

Cirurgia plástica para o umbigo: conheça a onfaloplastia

cirurgia plastica no umbigo
Thinkstock

Já pensou em fazer uma plástica no umbigo? Pode parecer estranho, mas a cirurgia existe e muitas pessoas insatisfeitas com a aparência da região optam pela prática. O nome do tratamento de correção estética é onfaloplastia e ele vem sendo cada vez mais procurado.

Leia também

Tomar sol após plástica ou silicone pode causar manchas na pele

Lipofilling: cirurgia dos sonhos diminui a barriga e aumenta os seios sem silicone

Cirurgia íntima é simples e apresenta bons resultados, explica médico

O que é Onfaloplastia?

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Tratamento é puramente estético, mas pode trazer benefícios à autoestima (Créditos: Thinkstock)

Esse é um procedimento de cunho puramente estético. Segundo o cirurgião plástico Dr. Alderson Luiz Pacheco, da Clínica Michelangelo, "essa não é uma cirurgia essencial para a saúde do paciente, mas deve ser feita quando esse aspecto se torna desconfortável para o indivíduo". "Quando a pessoa se sente se sente desconfortável com o seu corpo, mesmo que seja com um pequeno detalhe, como nesse caso, esse pode ser o ponto de partida para os problemas de autoestima", ressalta o especialista.

A cirurgia é simples e deixa uma cicatriz ao redor do umbigo, formando um pequeno círculo na região. Os pontos são feitos junto à musculatura da região abdominal e, dependendo da anatomia do corpo, é bastante comum que a marca fique escondida na cavidade do umbigo. O paciente permanece no hospital no máximo por um dia.

Quem pode fazer?

A cirurgia de umbigo pode ser realizada em pessoas com mais de 18 anos. O procedimento é frequentemente associado à abdominoplastia ou retoques de outras cirurgias. "A cirurgia isolada é mais aconselhada em casos de deformidades muito acentuadas, que realmente prejudicam a estética da barriga e causam constrangimento aos pacientes", comenta Dr. Pacheco.

Os casos mais comuns de realização da onfaloplastia são em pessoas que perderam muito peso, sofreram com o efeito sanfona, mulheres que passaram por uma gestação e pessoas com hérnia umbilical e pacientes de plástica no abdômen. Pode ainda ser uma opção para quem sofre com deformidades, cicatrizes, estrias e até verrugas na área umbilical.