Celulite: como acabar com ela? Guia completo de medidas para amenizar

celulite duvidas comuns 1116 1400x800
dimid_86/Shutterstock

A celulite é causada por uma alteração no metabolismo que faz com que as fibras que sustentam a epiderme e a camada de gordura por debaixo dela puxem a pele para baixo, causando os furinhos. Esse distúrbio é gerado por diversos fatores, como predisposição genética, sedentarismo, má qualidade da alimentação, como ingestão exagerada de açúcar e gorduras, entre outros.

Como acabar com a celulite?

Segundo a Dra. Giuliana Bottino, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia e preceptora do setor de Cosmiatria da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, a única forma de realmente acabar com a celulite é combinando uma série de medidas para melhorar o aspecto da pele e evitar o acúmulo de gordura e má circulação sanguínea, impedindo que mais furinhos apareçam.

No entanto, se a celulite já está em um estágio muito avançado, a especialista alerta que é improvável que desapareça completamente, podendo apenas ser reduzida significativamente. Confira as dicas de ouro:

bumbum com celulite 0716 630x350
Artemida-psy/shutterstock

Alimentação saudável

Evite carboidratos como massas, pães e doces, gordura, fritura, excesso de sal, refrigerante não dietético, álcool e chocolate. Aposte em frutas, verduras, leguminosas, carboidratos integrais e bastante água.

Exercícios físicos

Não fique só no aeróbico, que ajuda a queimar gordura, mas não aumenta o tônus muscular. A flacidez da pele piora e muito o aspecto da celulite, portanto a musculação e a ginástica também devem ser inseridas no treino.

Tratamentos estéticos

"Nenhum tratamento é para a vida toda, justamente porque, se o paciente voltar a ter hábitos ruins, a celulite torna a aparecer", esclarece Dra. Giuliana. Alguns métodos indicados para tratar o quadro são:

  • Subincisão: por meio de agulhas, é capaz de retirar as travas na fibra que puxam a pele para baixo;
  • Drenagem linfática: segundo a dermatologista, é bem importante para evitar a retenção de líquidos e pode ser feita de uma a duas vezes por semana, dependendo do grau da celulite;
  • Radiofrequência: através do aquecimento da área, é capaz de remodelar o colágeno e aumentar a circulação do local, dissolvendo um pouco da gordura;
  • Carboxitearapia: consiste na injeção de gás carbônico para ativar a circulação da área;
  • Ultrassom: por meio do aumento de energia dentro da célula de gordura, forma bolhas de ar que incham até que a membrana celular se rompa, destruindo a célula, que, posteriormente, será metabolizada pelo organismo.
creme perna celulite 0816 630x350
Alena Rozova/shutterstock

Cremes contra celulite

Apesar de não penetrarem tão profundamente a ponto de dissolver a gordura, podem ajudar na qualidade da pele. São indicados os produtos à base de:

  • Retinol, que aumenta a espessura do colágeno;
  • Cafeína, que inibe a produção de gordura e promove sua eliminação;
  • Gingko biloba, que ativa a circulação sanguínea;
  • Vitaminas E e C, que são antioxidantes.

Mitos sobre celulites

Refrigerante: o vilão neste caso é o açúcar, e não o gás. Segundo Dra. Giuliana, hoje em dia sabe-se que a água com gás também não é causadora de celulite, como se acreditava antigamente. "Em tese, o refrigerante sem açúcar não causa celulite", diz.

Calça apertada: não existem estudos que comprovem a relação. De acordo com a dermatologista, sabe-se que a má circulação sanguínea é um fator relevante para a celulite, mas, segundo ela mesma coloca, nenhuma calça jeans é tão apertada a ponto de comprometer a circulação do sangue.

Cintas modeladoras: apesar de ajudarem a disfarçar os furinhos, as cintas não são capazes de tratar o problema.

Como ter uma pele lisinha