mulher

Veja 6 brinquedos perigosos que estão colocando a visão do seu filho em risco

brinquedo seguranca 1
Crédito: Thinkstock

É claro que para o completo desenvolvimento da infância crianças precisam brincar e, muitas vezes, dependem de objetos específicos para isso. Carrinhos, bonecas, arminhas, flechas, chaveiros e bicicletas, no entanto, podem colocar a segurança dos pequenos em riscos. É o que explica o oftalmologista Leôncio Queiroz, do Instituto Penido Burnier de Campinas, São Paulo, que faz alertas e recomendações para tornar os momentos de diversão seguros.

Veja também:20 dicas para manter a segurança das crianças em casa10 tipos de fotos que pais compartilham e ameaçam a segurança do filhoComo evitar acidente em casa: dicas práticas

Brinquedos perigosos para crianças

Objetos coloridos: de acordo com o especialista, geralmente brinquedos muito coloridos que custam menos são pintados com tinta de qualidade inferior. "Quando mais brilhante, menor é a segurança porque a tinta tem mais solvente e pode causar irritação nos olhos", explica. Além disso, a composição química do produto ainda pode conter chumbo, substância proibida na fabricação de brinquedos de 2008 que causa alterações no sistema nervoso central e retardamento mental. Opte sempre por produtos de qualidade e de marcas confiáveis.

Arminhas ou pistolas: brinquedos que esguicham água, tinta ou gel também podem causar traumas oculares que afetam a córnea e facilitam o aparecimento de glaucoma, catarata traumática ou deslocamento de retina. Nesses casos, para garantir a segurança vale o uso de um óculos transparente nos olhos.

Bicicletas, skates ou triciclos: além das quedas, que podem ralar ou fraturar ossos, esse tipo de brinquedo também pode facilitar a entrada de poeiras ou partículas maiores nos olhos. Capacete, cotoveleira, joelheira e óculos de proteção são indicados para tornar o momento seguro.

Espadas ou flechas: os brinquedos geralmente são pontiagudos e podem causar perfurações. As opções sem ponta e de plástico ou material menos rígido devem ser preteridas.

Tablets, celulares e videogames: fica por muito tempo na frente de uma tela, seja de tablet, celular ou computador pode causar miopia transitória. Para evitar o esforço visual, o ideal é negociar com a criança um intervalo de, no mínimo, quinze minutos a cada uma hora de utilização.

Canetas ou chaveiros com laser: segundo o médico, estudos mostram que mais da metade dos objetos com luz à laser estão fora dos parâmetros de segurança e isto pode causar edermas na córnea e lesão permanente de retina. Com este Leôncio é categórico: "é melhor que a criança não brinque com esse tipo de caneta ou chaveiro para evitar os riscos reais".

Como comprar brinquedo de forma segura?

brinquedo seguranca 2
Crédito: Thinkstock

De acordo com o especialista, é preciso usar o bom senso e comprar produtos originais, com o selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). Ele vem em forma de "N" na embalagem do produto seguido de um número de registro.

Meu filho sofreu um acidente com brinquedo: o que fazer?

Leôncio ainda faz um alerta. Em casos de acidentes oculares, a melhor alternativa é recorrer rapidamente a postos de atendimento médico. "Muitas vezes limpar ou tentar tirar o objeto do olho pode piorar a lesão", finaliza.