mulher

Tomar anticoncepcional durante a amamentação faz mal?

pilula anticoncepcional durante amamentacao
pilula-anticoncepcional-durante-amamentacao

É comum ver mulheres que acreditam que durante a amamentação não há a possibilidade de engravidar. Assim, acabam não tomando qualquer tipo de anticoncepcional, até mesmo por receio de que os hormônios interfiram no desenvolvimento do bebê. O ginecologista e doutor pela Faculdade de Medicina da USP, Luciano Pompei, esclarece esses mitos. Afinal, pode tomar anticoncepcional enquanto amamenta?

Leia também:

Anticoncepcionais: Yasmin, Diane 35, Selene e outras

Pílula, adesivo ou injeção? Descubra o ideal para você

Saiba como calcular o período de ovulação

Ovulação durante aleitamento

"Algumas mulheres podem voltar a ovular já no período de amamentação. Mesmo que tenha uma proteção natural nesta fase, ela não é suficiente para impedir uma nova gravidez. Não é raro encontramos irmãos com intervalos de menos de um ano", afirma o ginecologista.

Ele explica que, quando a criança começa a mamar em horários mais espaçados, as chances de ovulação e, portanto, de gravidez, aumentam. "Não existe um intervalo estabelecido entre uma gravidez e outra, o aconselhável é que a mulher não engravide enquanto estiver amamentando, porque a sobrecarga da amamentação somada a uma nova gestação pode comprometer a saúde materna", afirma.

Pílula ideal durante amamentação

Para evitar uma nova gravidez, além do uso da camisinha, ele sugere o DIU ou pílulas anticoncepcionais à base de progestagênio, hormônio que não interfere na qualidade ou no volume do leite materno. "O estrogênio, hormônio presente na maioria dos anticoncepcionais, inibe a produção do leite. Por isso, as pílulas mais recomendadas para as mulheres em fase de amamentação são aquelas com progestagênio. O melhor é consultar o médico para decidir pelo melhor método", explica.