mulher

O que acontece com o bebê se você fumar na gravidez?

fumar na gravidez o que acontece com bebe
fumar-na-gravidez-o-que-acontece-com-bebe

Fumar durante a gravidez é um dos maiores erros que a gestante pode cometer. O hábito é maléfico não só para ela, mas também para o bebê que está em formação. A informação parece óbvia, mas há quem a ignore. Cerca de 24% das mulheres não abandonam o cigarro após descobrirem a gravidez.

Leia também:

Dieta na gravidez prejudica o bebê?

8 exames do pré-natal que a gestante deve fazer

Mudança no estilo de vida pode evitar aborto espontâneo

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os filhos de fumantes têm capacidade pulmonar duas vezes menor do que de gestantes que não fumaram durante a gestação e há grandes chances de ocorrer morte repentina do bebê. "O risco fetal é consequência do tabaco sobre o sistema vascular materno fetal, ou seja, o tabagismo durante a gestação implica em um menor aporte de nutrientes e oxigênio para o bebê, causando assim maior risco de baixo peso ao nascer e ainda prematuridade", explica o obstetra Luiz Fernando Leite, do Hospital e Maternidade Santa Joana.

Riscos do cigarro para os bebês

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]Quanto mais cigarros a gestante fumar, mais riscos o bebê irá correr (Crédito: Thinkstock)

A quantidade de cigarros fumados pela gestante também irá influenciar no surgimento de possíveis problemas para o bebê. "Não existe uma quantidade segura de cigarros que uma mulher possa fumar durante a gestação. Mas, quanto maior o número de cigarros consumidos por dia, maior o risco de alterações no organismo tanto da mãe quanto do feto", diz o médico.

Ele ressalta que o recomendável é que as mulheres parem de fumar não somente durante a gravidez, mas também durante a amamentação, pois o hábito prejudica a produção de leite materno. O ideal, é claro, é que o tabagismo seja eliminado de vez da vida de qualquer pessoa. "Embora para muitas pessoas largar o vício do cigarroseja difícil, não é impossível e com a ajuda médica pode ser até mais simples", explica.

Consequências do fumo na gestação

Os problemas causados pelo cigarro durante a gravidez são constantemente temas de estudo de cientistas. Entre os estudos mais recentes, alguns mostraram que, em geral, as crianças afetadas pelo cigarro apresentam um menor volume de massa cinzenta e branca no cérebro. "A massa cinzenta é a parte do cérebro que possui o corpo das células nervosas e incluem regiões envolvidas no controle muscular, memória, emoções e fala. E na massa branca existem as fibras que conectam regiões envolvidas no processamento das emoções, decisões e na atenção. Com essas áreas prejudicadas, os filhos de mães fumantes também podem apresentar quadros de depressão e ansiedade", finaliza.