Curso ensina a suportar incômodo de contrações

bebechegando shutterstock 121605250
dor-parto-contracao-curso

Ana Flora Toledo

Do Bolsa de Bebê

Desde a descoberta da gravidez até o nascimento do bebê, a mulher passa por um período repleto de mudanças e emoções, onde precisa lidar com toda a expectativa para a chegada daquele que foi cuidado com tanto amor durante o desenvolvimento na barriga. Ao mesmo tempo, precisa se preparar para dar à luz, o que pode ser um momento de muita apreensão, principalmente para quem planeja um parto normal.

Leia também:

Autoestima na gravidez

Voltando à forma: controlando a boca nervosa

Pai: pelo direito de ser coruja

As dores costumam ser a maior preocupação das futuras mamães, e realmente, é impossível fugir delas. Contudo, existem métodos para diminuí-las, fazendo com que seja um período muito mais tolerável. "O mais importante é a mulher estar preparada para ajudar no parto, e isso envolve o corpo e a mente", conta o ginecologista e obstetra Dr. Rubens Paulo Gonçalves, que indica o curso de psicoprofilaxia como grande aliado das grávidas. "As aulas ensinam alguns comportamentos que podem aliviar os incômodos e dão muito mais segurança".

O curso prepara o emocional, fazendo com que a mulher entenda todo o processo reprodutivo e também o funcionamento do parto. Além disso, a grávida aprende detalhes sobre o corpo no tão esperado momento e exercícios para o assoalho pélvico que podem facilitar o nascimento do bebê. "Mais do que isso, a respiração e o relaxamento são essenciais e podem ser previamente treinados, para colocar em prática durante as contrações", indica o médico.

Segundo o Dr. Gonçalves, o tempo de curso varia, mas em geral, acontece durante cerca de um mês e pode ser feito por mulheres por volta do sétimo mês de gestação. "Cada curso tem um método, mas o mais importante é estar preparada para dar à luz de uma maneira tranquila, sabendo aproveitar o momento de felicidade ao lado do filho", finaliza.