mulher

Amamentação requer cuidados com saúde da mãe

amamentar1
amamentar

Mariana Bueno

Do Bolsa de Bebê

Durante o período de amamentação é muito importante que a mãe estabeleça uma dieta saudável, que irá ajudar na produção do leite e na transmissão das proteínas que o bebê necessita. A pediatra Patrícia Rodinelli, do Hospital Vitória, em São Paulo, explica que para cada litro de leite produzido a mulher gasta 900 calorias. Por isso é preciso reforçar a alimentação. Caso contrário, as proteínas serão retiradas do organismo da mãe, podendo causar desnutrição e outros problemas como queda de cabelo, enfraquecimento das unhas e ressecamento da pele. "Toda mãe deve ter uma alimentação variada, sem restrições e rica em proteínas, como carne, leite e ovos. Só é preciso diminuir o consumo de cafeína e evitar qualquer tipo de bebida alcoólica", afirma.

Leia também:

Amamentar reduz risco de câncer de mama

Amamentar do jeito certo evita rachaduras no seio

Amamentar queima calorias e ajuda a emagrecer

Outra restrição é em relação a medicamentos, até mesmo os mais comuns, como analgésicos e antigripais, que devem ser totalmente evitados. "Nunca tome qualquer medicação sem antes procurar orientação médica, pois tudo o que é consumido é passado para o bebê", alerta.

A partir do quarto mês, quando outros alimentos começam a ser inseridos na alimentação do bebê, como mamadeira e frutas, as mães já podem voltar a se alimentar normalmente.

No caso das mães vegetarianas, como não consomem as proteínas da carne (e, em alguns casos, nem mesmo ovos ou laticínios), ela diz que os bebês costumam nascer com baixa reserva de ferro e propensão à anemia. "Nesses casos trabalhamos com suplementação vitamínica para os bebês, já que as mães costumam ser muito rígidas em relação ao consumo desses alimentos", diz.

Já em relação a alguns alimentos que na cultura popular são conhecidos por estimularem a produção do leite materno, como canjica e cuscuz, a médica esclarece que tudo isso não passa de mito e que não existe nenhuma comprovação científica.

Por consumir muitas calorias, a produção de leite para a amamentação acaba favorecendo a perda de peso de muitas mulheres. "Mas amamentar com esse intuito não é bom. É preciso consumir mais calorias exatamente para repor o que é perdido, senão fica desnutrida", explica.

Para saber que tipo de mãe você é - superprotetora, amiga ou sossegada - faça o teste: