mulher

10 principais causas do parto prematuro

causas parto prematuro
causas-parto-prematuro

Um bebêprematuro é aquele que nasce antes da mulher completar 37 semanas de gestação. E quanto antes se dá o nascimento, mais o bebê terá o risco de desenvolver algum tipo de complicação. No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, 11,7% dos partos são prematuros, o que deixa o país em décimo lugar no ranking mundial, mesmo patamar de países de baixa renda.

Leia também:

Sangramento na gravidez é sinal de alerta: veja 10 motivos

Vacinas de bebês prematuros: o que muda?

Entenda as dificuldades da gestação depois dos 40

São muitas as causas que levam ao parto prematuro, mas todas elas podem ser tratadas e controladas, de forma a evitar o problema.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Thinkstock

Causas do parto prematuro

Malformação do feto

É a principal causa que determina a prematuridade, gerando complicaçõesnagravidez que podem levar ao adiantamento do parto. Fazer um acompanhamento pré-natal é fundamental para ter certeza de que está tudo bem com o desenvolvimento bebê.

Grávida com pressão alta

Outra causa comum, mas, se controlada, não representa nenhum risco. A hipertensão na gravidez caracteriza-se pelo aumento da pressão arterial acima de 11. Há três tipos diferente: a crônica, que já existia antes da gravidez, a transitória, que surge durante a gestação, e a DHEG, que compreende a pré-eclampsia e a eclampsia. Em todos os casos é importante que haja acompanhamento médico.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Thinkstock

Parto prematuro anterior

Quem já passou por um parto prematuro deve ter atenção e mais cuidados no acompanhamento pré-natal, pois tem três vezes mais chances de passar por isso novamente.

Idade da gestante

Mulheres acima de 35 anos ou adolescentes, que ainda possuem útero imaturo, fazem parte do grupo de risco à prematuridade. No caso das mulheres mais velhas, o problema pode estar associado ao estresse, já que a maioria delas ocupa cargos de muita responsabilidade.

Gestação de gêmeos

A gravidez de gêmeos é mais suscetível à prematuridade, especialmente por causa da distensão do útero para acomodar os fetos. No caso de três ou mais bebês, os risco é ainda maior.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Thinkstock

Cesariana

O número de cesáreas no Brasil está acima de 35%, muito além do recomendável pela Organização Mundial de Saúde, que é 15%. Com a programação do parto, pode haver riscos de errar na contagem da idade gestacional, fazendo com que o bebê seja retirado da barriga ainda prematuro.

Posição da placenta

A localização da placenta pode mudar durante a gestação. Mas, em alguns casos, ao invés de estar inserida na parede do útero, ela fica em cima do colo do útero, o que pode levar ao sangramento, especialmente no último trimestre da gravidez e, consequentemente, ao parto prematuro.

Infecções da gestante

Infecções urinárias e genitais são mais comuns nas gestantes devido a uma série de modificações fisiológicas que ocorrem no organismo durante este período. Se não tratadas, podem colocar a gravidez em risco.

Pré-Natal mal feito

O acompanhamento médico, de preferência mensal, é essencial para garantir a saúde e o bem estar da gestante, além, é claro, do bom desenvolvimento do bebê. No pré-natal são feitos diversos exames que ajudam a descobrir se há algum problema com o feto ou com a gravidez em si.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Thinkstock

Patologias do útero

As mulheres que enfrentam problemas como mimosa, malformação uterina, colo do útero curto, entre outros, certamente irão precisar de repouso absoluto para que consigam levar a gravidez até o fim.