Bisfenol A: saiba como manter seu filho bem LONGE dessa substância nociva

como escolher mamadeira 3
Thinkstock

Em 2011, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização de mamadeiras com bisfenol A (BPA) em sua composição. Esse composto químico está associado ao surgimento de alguns tipos de câncer e alterações nos sistemas endócrino e reprodutor. Por estarem em fase de desenvolvimento, as crianças sofreriam mais com esses efeitos nocivos do que os adultos.

Leia também:Como montar o enxoval do bebê: 5 dicas espertas + lista de itens que você precisa terMeu bebê não para de chorar: 5 dicas para acalmar seu filho em pouco tempoComo escolher a melhor mamadeira: 5 coisas que você DEVE CONSIDERAR na compra

O bisfenol A pode ser encontrado em utensílios plásticos que apresentam policarbonato em sua composição e também em latas de alumínio. Essa substância é extremamente instável e pode passar do recipiente para a comida com uma simples mudança de temperatura, como ao colocá-lo na geladeira ou no micro-ondas. Isso significa que se, uma mamadeira com bisfenol A for levada ao micro-ondas, o leite do seu filho será contaminado.  

como escolher mamadeira 1
Thinkstock

Como age o bisfenol A 

No corpo, a substância se comporta como se fosse o estrógeno, hormônio feminino, interferindo no funcionamento de algumas glândulas, principalmente da tireoide, e na produção de hormônios. Estudos também observaram que o composto está relacionado ao surgimento de câncer de mama e próstata.

Como evitar 

Utensílios infantis, como mamadeiras, copos e pratos são os campeões em concentração de BPA. Apesar do uso da substância estar proibido, vale ter alguns cuidados na hora da compra. Observe o rótulo e certifique-se de que o produto é livre de policarbonato. Os números 3 ou 7 no símbolo da reciclagem também não devem aparecer na embalagem. Se essas informações não estiverem evidentes, na dúvida, é melhor evitar aquela marca.