mulher

Beber refrigerante diet na gravidez pode fazer seu bebê ter sobrepeso

gravidez refrigerante
Serge Gorenko/Shutterstock

Corantes, aromatizantes, sódio, açúcar, enfim, nenhum ingrediente presente no refrigerante traz qualquer benefício para a saúde e precisa ser sempre consumido com muita moderação. Se você está grávida, vale abandonar a bebida, inclusive as versões diet, não somente para controlar o seu ganho de peso, como também para não comprometer o bebê.

De acordo com uma pesquisa canadense divulgada pelo blog do jornal "The New York Times", o hábito de beber refrigerante diet e outras bebidas adoçadas artificialmente durante a gravidez pode estar associado a sobrepeso de bebês de 1 ano de idade.

refrigerante latinha copo
Kanawa_Studio/istock

A conclusão do estudo foi obtida através de questionários de dieta durante a gravidez aplicados a 3.033 mães que deram à luz a bebês saudáveis entre 2009 e 2012. Os pesquisadores examinaram os bebês quando eles fizeram 1 ano de idade e notaram que cerca de 30% das mulheres bebeu bebidas adoçadas artificialmente durante a gravidez.

Após avaliar idade e índice de massa corporal das mães, duração da amamentação, tabagismo, diabetes, introdução de alimentos sólidos e outros fatores, o trabalho científico descobriu que, mulheres que ingeriam 1 lata de refrigerante por dia eram mães de bebês que apresentavam risco duplicado de sofrer de excesso de peso no primeiro ano de vida, em comparação com as gestantes que não consumiram bebidas diet no período.

Cuidado com a saúde:5 coisas terríveis que o refrigerante provoca no seu corpo