mulher

Bebê de apenas 5 meses aprende a fazer cocô na privada: mãe explica método

bebe coco privada
Crédito: Arquivo Pessoal/Manuela Tasca/Yellow Baby Blog

A carioca Manuela Tasca, de 32 anos, dona do blog Yellow Baby antecipou algumas etapas e colocou seu filho Luca, de 5 meses, para fazer cocô no vaso sanitário. Chamado de Elimination Comunication (EC), o método utilizado pela mãe consiste em condicionar o bebê a ficar sem fralda durante todo o dia.

Veja também:Bebê teve pênis cortado durante parto: o que fazer em caso de erro médico?Mãe posta fotos da barriga depois do parto e levanta debate na webViolência na hora do parto: fotos chocam ao mostrar marcas no corpo das mulheres

Em publicação em seu blog, Manuela afirma que, além de minimizar os impactos ambientais, já que deixa de descartar fraldas plásticas, a prática ainda permite maior contato e estreitamento da comunicação com o bebê e torna o período de desfralde menos traumático.

Durante a gestação, a carioca já tinha decidido fazer algumas mudanças para ela, seu filho e o mundo. No lugar de carrinhos e bebê conforto, ela adotou os slings – tipo de carregador de pano que fica preso ao corpo – e as fraldas descartáveis deram espaço para os modelos de tecido, reutilizáveis. Nessa busca por uma maternidade menos estressante e consumista, a blogueira se deparou com o método que permite criar os bebês peladinhos, sem fralda.

No entanto, depois de aprofundar os estudos através de livros e vídeos, Manuela desistiu da ideia, que parecia linda, mas nada praticável.

Foi seu companheiro que, após o nascimento de Luca, introduziu a técnica na casa da família sem muito planejamento.

bebe coco privada 2
Crédito: Manuela Tasca/Yellow Baby Blog

De acordo com Manuela, é essencial que os cuidadores entendam os gestos das crianças. Embora eles não falem, comunicam-se através de expressões, sons e movimentos. Portanto, a técnica consiste em entender quais são os momentos de necessidade do bebê e, então, levá-lo ao banheiro. Com o tempo, ele associa as duas ações e se condiciona a fazer suas necessidades apenas naquele lugar.

Embora requeira paciência e muito conhecimento da cria, o método pode, além de evitar o consumo e a produção de lixo, estreitar os laços entre cuidadores e criança. Para Manuela, a conquista possibilitou, além de fraldas sem cocô, liberdade para passeios e viagens. Agora, a próxima missão da família é tirar a fralda também dos xixis.