mulher

5 dicas para incluir frutas na alimentação dos filhos

incluir frutas alimentacao filhos 1
incluir-frutas-alimentacao-filhos-1

A partir dos seis meses os bebês já estão aptos a conhecerem novos alimentos além do leite materno. Depois de levá-lo ao pediatra e se certificar de quais frutas podem ser introduzidas na alimentação, é hora de experimentar novos sabores, sempre buscando desenvolver hábitos saudáveis. Mas, às vezes, as crianças são receptivas às frutas. Veja algumas dicas que podem ajudar nesse processo:

Leia também:

Alimentação da criança saudável deve ser colorida

Alimentos certos na lancheira melhoram o desempenho na escola

Alimentos perigosos: o que o bebê não pode comer

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Thinkstock

1 - Leve as crianças à feira

É um passeio diferente, que também pode ser muito divertido, além de ser uma oportunidade para que vejam cores, texturas e aromas que ainda não conhecem. Aproveite para apresentar opções variadas e mais exóticas, como kiwi e lichia, deixando que elas toquem nas frutas. Fazer um piquenique para degustar os novos sabores também pode ser interessante.

2 - Capriche na apresentação das frutas

Que tal fazer carinhas nas frutas ou cortá-las em formatos divertidos? Montar desenhos em pratinhos usando diferentes frutas também é uma boa ideia. Tudo isso é mais atraente do que a fruta inteira ou somente partida ao meio.

3 - Use ingredientes novos

Depois que o pediatra liberar, alguns ingredientes como mel, granola ou iogurte podem ser utilizados como acompanhamentos na hora de servir as frutas. Tente evitar somente o açúcar.

4 - Respeite o gosto das crianças

Se ela não gostar de determinada fruta, não insista para que ela coma. Apresente outras alternativas e diga que ela precisa escolher outra fruta. Outra dica é oferecer, em um novo momento, a mesma fruta de uma forma diferente. Se a criança não gostou de banana, por exemplo, pode gostar dela assada com canela.

5 - Use acessórios diferentes

Pratinhos, copinhos e talheres divertidos podem estimular as crianças no processo de autoalimentação, assim como os alimentadores coloridos. É importante que sejam objetos seguros e feitos especificamente para elas.