Papinha do bebê tem jeito certo para ser congelada

papinha jeito certo congelar
papinha-jeito-certo-congelar

Marina Lopes

Do Bolsa de Bebê

Entre os cinco e seis meses de idade, o leite materno vai abrindo espaço para outros alimentos na vida do bebê. As papinhas caseiras são a opção mais saudável e nutritiva para a criança que aos poucos vai descobrindo gostos e texturas.

Leia também:

Como fazer meu filho experimentar novos alimentos?

Muito açúcar na infância pode causar diabete futura

Crianças também têm pressão alta pelo excesso de sódio

A nutricionista Cyntia Bassi, do Hospital e Maternidade São Cristóvão, afirma que as papinhas salgadas devem ser oferecidas de maneira gradativa para que a criança possa se adaptar a diferentes sabores, mas a tarefa requer paciência e atenção, pois o bebê pode apresentar alergias, cólicas ou intolerância a determinados alimentos.

Nesta fase, as papinhas complementam o aleitamento materno e devem ser preparadas com ingredientes frescos, para que todos os nutrientes sejam aproveitados.

Se você não tiver tempo de cozinhar todos os dias, congelar é uma boa saída. Coloque a papinha ainda quente em banho-maria com água gelada e pedras de gelo, processo chamado de branqueamento. Dessa forma, o valor nutricional do alimento sofrerá menos perdas e poderá ser separado em porções individuais e congelado.

Veja  as receitas saborosas indicadas pela nutricionista para que o seu bebê cresça saudável.

Papinha de frango, arroz, cenoura e espinafre

Papinha de carne, couve e abóbora

Papinha de frango, beterraba e mandioquinha

Papinha de carne, cenoura e alface

Papinha de carne, abobrinha e batata