Funchicórea faz mal?

funchicorea bebe faz mal
funchicorea-bebe-faz-mal

Mariana Bueno

Do Bolsa de Bebê

A funchicórea, remédio fitoterápico muito usado pelas mães para acalmar os bebês que têm cólicas, pode ser considerada uma tradição que é passada de geração para geração há mais de 70 anos. Vendida sob a forma de pó, ela é consumida dissolvida em água, muitas vezes na própria chupeta do bebê, aliviando a dor.

Leia também:

Bebê com tosse: o que fazer?

O que significam os soluços em bebês

Febre pode ser sinal de infecção e pede cuidados

Proibição da funchicórea

Mas a falta de comprovação de sua eficácia fez com que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendesse suas vendas em fevereiro de 2012. Após alguns estudos, as vendas voltaram a ser liberadas em junho de 2013.

A suspensão gerou protestos de algumas famílias, que não abrem mão do produto para cuidar dos filhos. No entanto, segundo o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, não há qualquer evidência científica do efeito da funchicórea para tratamento de cólicas.

Benefícios da funchicórea para o bebê

O médico explica que trabalhos recentes têm demonstrado que o sabor adocicado age sobre os bebês provocando um pouco de euforia e promovendo uma ação calmante que diminui a sensação de dor.

"A funchicórea possui adoçantes artificiais em sua composição, o que poderia ser considerado como ação efetiva. Mas tais ingredientes não são indicados para bebês por poderem causar danos. Não a recomendo em nenhuma idade", afirma.

Enquanto em países da Europa há determinações de que, salvo disposição contrária específica na matéria, os edulcorantes não podem ser utilizados em produtos destinados a lactentes e crianças de tenra idade, no Brasil não há qualquer legislação a respeito.