Como lidar com as cólicas dos bebês

colicas nos bebes 1
colicas-nos-bebes-1

Mariana Bueno

Do Bolsa de Bebê

A imaturidade do sistema digestório durante o início da vida extrauterina é principal causa das cólicas nos bebês. A dor provocada é variável, dependendo da intensidade dos movimentos na digestão e da sensibilidade de cada bebê. "É preciso, entretanto, lembrar que nem todo choro da criança ocorre devido a cólicas. O choro é a única forma de comunicação do bebê. Assim, ele chora de cólicas, por ruídos irritantes, por incômodos provocados por roupas, por frio, calor, ansiedade, medo, insegurança, etc. Não se pode diagnosticar como cólica todos os choros do bebê", afirma o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros.

Leia também:

Bebê vomitando: o que fazer?

Bebê ofegante: o que é ou não normal

Bebê agitado: como lidar?

Como evitar cólicas no bebê

As cólicas são mais comuns no primeiro trimestre de vida, mas alguns bebês sentem dores por um período um pouco maio.

Segundo o pediatra, a melhor, mais simples e barata forma de se evitarem as cólicas é com o aleitamento materno. "Apesar da imaturidade do sistema digestório do bebê, ele nasce com uma habilidade parcial para a digestão do leite materno. Outros alimentos, como fórmulas lácteas, sucos ou papinhas, são de mais difícil digestão, provocando consequentemente mais cólicas", alerta.[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]

Como aliviar as cólicas

Colocar o bebê ao colo, de bruços, fazer massagens com óleos neutros, com o bebê sem roupas, deitado de costas, ou mesmo aplicar compressas mornas no abdome, são boas formas de se diminuir a intensidade das cólicas.

Os remédios para bebês não são recomendados. "Poucos (ou nenhum) são os medicamentos que tenham bom efeito para casos de cólicas, que não apresentem efeitos colaterais indesejáveis para os bebês", afirma o médico.

Choro do bebê

O médico diz que a cólica é apenas uma das causas do choro, e não a mais frequente. Somente a experiência, acompanhada de calma, vai levar cada mãe a compreender o que se passa com seu bebê.

"Com o tempo toda mãe aprende a  causa do choro do bebê. Mães mais ansiosas demoram mais para obter tal sucesso e, ao primeiro choro, jogam para si toda a culpa, perdendo a sensibilidade e a calma para estabelecer o que ocorre com seu pequeno. Essa insegurança e ansiedade delas também causam o choro", diz.

Alimentação pós-parto

A alimentação da mãe durante o período de amamentação influi muito pouco nas cólicas. Mas certamente uma mãe que se alimente de produtos mais temperados, ou ingerem café, chocolate e gorduras em quantidades maiores que o desejável, vai sofrer consequências deste erro, com mal estares, sonolência ou insônia, dores abdominais, o que irá atingir diretamente seu bebê, por ser ele totalmente dependente da mãe. "Quando esta mãe não estiver bem, ele sofrerá".