mulher

Bebê agitado: como lidar?

bebe agitado como lidar 1
bebe-agitado-como-lidar-1

Mariana Bueno

Do Bolsa de Bebê

Crianças muito agitadas costumam causar preocupação nos pais, principalmente por não saberem a causa desse comportamento. Segundo a pediatra Renata Labrocini, professora da Faculdade de Medicina de Petrópolis, os bebês já podem demonstrar sua personalidade desde muito pequenos. Por isso, existem crianças mais e menos agitadas.

Leia também:

Como limpar o umbigo do bebê

Cravos e espinhas em bebês é normal

Vacinação: as 9 dúvidas mais comuns

Por que o bebê fica agitado?

O ambiente em que o bebê vive também pode refletir no seu comportamento, sendo de extrema importância que as pessoas que o cercam tenham uma boa convivência, para que a criança se sinta segura e fique feliz.

A pediatra ressalta que ter uma rotina em casa, como horários para refeições, para dormir e para brincar, é importante. "Deve-se dar limites para a criança desde cedo, mostrando a ela que existem ambientes em que ele deve ter um comportamento mais tranquilo e outros em que pode brincar bastante", explica.

Como acalmar o bebê?

A forma de lidar com a agitação do bebê irá depender do nível e do momento em que ocorre. "Muitas vezes a agitação quer dizer que o bebê está se sentindo inseguro, triste, incomodado, e, nestas horas, dar atenção é a melhor e mais simples solução", diz.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]]

A orientação da pediatra é observar com atenção o comportamento do bebê para tentar identificar se há alguma coisa que o incomode e, consequentemente, o irrite, deixando-o agitado. "Conversar, dar carinho e atenção e brincar são essenciais. Para bebês bem pequenos recomenda-se aquecê-los, niná-los, colocar músicas suaves e cochichar para que se sintam protegidos como ficavam no útero da mãe", sugere.

Já para crianças maiores, a dica são algumas brincadeiras mais calmas, como desenhos, pinturas, leitura e vídeos. A prática de esportes também ajuda a gastar as energias dos mais agitados, além de contribuir para o desenvolvimento motor.