mulher

Príncipe encantado ou sapo: os dois termos podem atrapalhar o amor

principe encantado sapo amor casal 144294734
Thinkstock

Seja por influência dos contos de fadas ou não, algumas mulheres costumam sonhar com o príncipe encantado. "Esse mito existe no inconsciente feminino e é um dos principais causadores da desilusão amorosa", afirma a terapeuta comportamental Ramy Arany.

Leia também

Diferença de idade no relacionamento: ajuda ou atrapalha?

Namoro à distância: saiba os prós e contras desse tipo de relacionamento

Compartilhar senhas com o parceiro é bom?

Príncipes existem?

Príncipes encantados são a tradução da ilusão de homem perfeito que muitas mulheres ainda cultivam. Segundo a terapeuta comportamental, muitas mulheres ainda sofrem com essa ilusão de homem ideal. "É preciso ter maturidade para entender que o homem "perfeito" é aquele que sustenta valores, como o caráter, que são compatíveis com os da parceira em uma relação", completa.

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] Não há príncipes ou sapos, segundo a terapeuta / Crédito: Thinkstock

Ainda de acordo com Ramy, é preciso não idealizar a imagem do parceiro e manter sempre os pés no chão, já que príncipes existem apenas na ficção. "Quando a mulher se propõe a vencer suas ilusões pode encontrar o sapo e transforma-lo em príncipe, aceitando-o do jeito que ele é", ressalta.

E se o "príncipe" virou sapo?

Algumas mulheres, mesmo as mulheres mais maduras, quando estão apaixonadas acabam deixando as ilusões e a euforia tomarem conta. Segundo Ramy, elas costumam vislumbrar seus desejos projetados no homem que ela julga ser o príncipe encantado. "Depois que o entusiasmo do início do relacionamento passa, a mulher começa a observar coisas que antes ela relevava por causa da paixão", afirma a terapeuta.

Nesse momento a imagem de homem perfeito começa a ser desconstruída e a mulher tem a impressão que o príncipe virou sapo. "É comum que nessa fase, a mulher diga que o parceiro não era daquele jeito e que ele mudou, quando na verdade o que acontece foi que a ilusão e a empolgação do começo passaram", enfatiza. A dica da terapeuta é começar um relacionamento com os pés no chão para identificar que o pretendente tem ou não a ver com você.

Faça o teste para entender que tipo de homem ele é: