mulher

5 maneiras de superar o término do namoro

superar fim namoro
Thinkstock

O final de uma relação é sempre difícil, independente do tempo e circunstâncias em que o casal ficou junto. Apesar de muitos tentarem, o período de luto não pode e nem deve ser ignorado, já que ele é fundamental não só para que você supere o ex, mas também para que descanse e retome o fôlego para a próxima relação.

Leia também:

Dá para ser amiga do ex-namorado? Especialista opina

Como superar a separação e dar a volta por cima

Como aumentar a autoestima: psicóloga fala sobre sintomas e tratamento

Fases pós-término

[[{"fid":"","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_description[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{}}]] A raiva é uma fase importante no processo de superação e ajuda na cura (Thinkstock)

Segundo o psicólogo Frederico Mattos, especialista em relacionamentos e autor do livro "Como se libertar do Ex" (Matrix Editora), a forma como o rompimento acontece influencia bastante nas fases emocionais que o seguem. Entretanto, os sentimentos que normalmente se observa em pessoas que foram dispensadas pelo parceiro são, em ordem:

1. Indignação

2. Raiva

3. Tristeza

4. Culpa

5. Aceitação

"Cada sentimento cumpre uma função no processo de ressignificação. Mesmo a raiva - desde que não agrida - pode ajudar a proteger de uma tristeza imensa e insuportável", discorre o especialista, acrescentando que o tempo do processo varia de pessoa para pessoa.

Como superar o fim do namoro

Apesar de ser categórico ao afirmar que não é possível "pular" o período de luto, o psicólogo lista algumas ações e exercícios mentais que ajudam a tornar o processo menos doloroso e até acelerar a fase de cura. "Só a pessoa que está em luto pode agir, mesmo que se arrastando no princípio, para sair da fase de dor e desilusão", afirma.

superar fim namoro 1
Thinkstock

Procure redescobrir o sentido da sua vida. Muitas pessoas colocam todas as chances de ser feliz na mão da outra pessoa, o que é um grande erro. Sua felicidade depende somente de você e, por isso, descobrir o sentido da sua vida fará com que você não coloque tanta expectativa e responsabilidade sobre o outro da próxima vez. Além disso, ter essa consciência te fará perceber que a vida não acabou só porque vocês não estão mais juntos.

superar fim namoro 2
Thinkstock

Reflita sobre seus relacionamentos passados. Isso não significa reviver cada segundo que vocês passaram juntos, mas sim procurar pensar de forma crítica sobre as suas atitudes no passado a fim de aprender e amadurecer.

superar fim namoro 3
Thinkstock

Procure enriquecer sua vida. Vá atrás de experiências novas e diferentes, saia da sua zona de conforto e descubra novos interesses. Além de te distrair e dar novo ânimo, essa atitude te trará novas paixões, que tornarão sua vida mais completa e garantirão que, na próxima desilusão, você não sinta um vazio tão grande.

superar fim namoro 4
Thinkstock

Construa pilares fortes nos quais possa se apoiar. Você não deve ter apenas uma motivação na vida. Fortaleça suas amizades, estreite os laços familiares, busque e dedique-se a um trabalho realizador e cultive um corpo saudável.

superar fim namoro 5
Thinkstock

Invista em você. ‘Toda ação que ajuda a pessoa a melhorar fisicamente, emocionalmente, intelectualmente, socialmente ou espiritualmente é benéfica nesta hora’, diz Frederico. Ao cuidar de si mesmo, você estará trabalhando e elevando sua autoestima. Para isso, você pode dar uma repaginada no visual, se dar roupas novas, melhorar seus hábitos de saúde, começar a estudar algo que lhe interessa, fazer cursos, enfim, fazer qualquer movimento que seja voltado inteiramente para você e seu bem-estar.

E se ele me procurar?

É claro que sempre existe o risco de você retroceder muitos e muitos passos no processo de superação se seu ex de repente decidir que cometeu um grande erro e quiser voltar. Frederico afirma que, se o antigo parceiro te procurar (e você já tiver decidido que não é mais isso que quer), o melhor a fazer é ficar em silêncio. "Evite fazer joguinhos para sair por cima ou se sentir menos humilhado, dar uma de durão ou de coitadinho. Você pode colocar todo o equilíbrio que já havia alcançado em jogo", afirma. "Quanto menos informação houver, menor a chance de manipulação, tanto da parte do outro como da sua", conclui.

E, caso vocês se encontrem por acaso em um local público, a melhor saída é agir com naturalidade e ser educado, sem forçar uma intimidade excessiva.