mulher

Quero namorar sério, mas não consigo: 5 perguntas para mudar esse quadro

foto amor
(Thinkstock)

Existem mulheres que querem estar solteiras, outras não. As que buscam um parceiro há algum tempo, muitas vezes acreditam estar agindo da maneira errada. É preciso reforçar que não tem uma fórmula correta para construir um namoro, e que em algumas ocasiões só é necessário se conhecer e se compreender para conseguir se doar para outro alguém.

Leia também:6 atitudes de solteira para abolir quando se entra em um namoro10 bons motivos para estar solteira que você vai adorar conhecer5 hábitos de solteira que você deve manter depois do casamento

A psicóloga Mariuza Pregnolato, que atua na área de relacionamentos amorosos, explica que, quando o assunto são as relações em casal, é importante fazer uma autorreflexão para tomar conhecimento de si mesma:

Estou sendo muito exigente?[[{"fid":"129884","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_alt_text[und][0][value]":"","field_file_image_title_text[und][0][value]":"","field_file_image_copyright_overriden[und][0][value]":"(Thinkstock)","field_file_image_description[und][0][value]":"","field_link[und][0][title]":"","field_link[und][0][url]":"","field_file_image_id[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{"style":"font-size: 13.0080003738403px; line-height: 1.538em;","class":"media-element file-default"}}]]

A especialista ressalta que para se ter um relacionamento saudável, é preciso ter ao seu lado uma pessoa condizente com o seu jeito de ser. Às vezes, a pessoa quer que o outro se pareça com ela mesma, que tenha coisas que gosta em si própria. "Muitas vezes a pessoa escolhida não combina com a idealização que se tem na cabeça", define Mariuza.

Será que sou muito dependente de uma relação?

Se você se vê muito dependente das suas relações pessoais e coloca a sua felicidade na mão do outro, não é saudável. A terapeuta alerta que quando se investe a felicidade em uma pessoa só, seu universo fica restrito: "Você não terá referencial ou parâmetros para te ajudar a identificar se há algo errado".

A especialista explica que é possível resolvê-lo com a autorreflexão e algumas atitudes: "A primeira coisa que a pessoa deve fazer é ampliar o repertório de comportamentos, atividades e amizades. Ao invés de querer reter o outro o tempo todo, é preciso achar um jeito de fazer outras coisas, como sair com os amigos, para ficar menos dependente só do outro".

Fico me menosprezando demais? [[{"fid":"129887","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_alt_text[und][0][value]":"","field_file_image_title_text[und][0][value]":"","field_file_image_copyright_overriden[und][0][value]":"(Thinkstock)","field_file_image_description[und][0][value]":"","field_link[und][0][title]":"","field_link[und][0][url]":"","field_file_image_id[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{"style":"font-size: 13.0080003738403px; line-height: 1.538em;","class":"media-element file-default"}}]]

Segundo a psicóloga, essa é uma questão que é levada para o relacionamento, mas não se resolve ao longo dele. "Este é um problema que antecede o relacionamento e é algo para ser resolvido no âmbito de você mesma". Mariuza esclarece que a terapia ajuda muito para que a pessoa perceba suas qualidades e eleve sua auto-estima.

Estou esquecendo do amor próprio?

Algumas vezes uma pessoa se dedica tanto ao outro, que esquece de também prestar atenção em si mesma. É preciso identificar o que não está funcionando, olhar para si e se questionar: "o que estou fazendo que não está bom?", exemplifica a terapeuta. É muito importante perceber quando se está mendigando a atenção do outro e ficar de olho se não está se contentando com pouco.

Existe o lugar ideal para conhecer uma pessoa especial? [[{"fid":"129889","view_mode":"default","fields":{"format":"default","field_file_image_alt_text[und][0][value]":"","field_file_image_title_text[und][0][value]":"","field_file_image_copyright_overriden[und][0][value]":"(Thinkstock)","field_file_image_description[und][0][value]":"","field_link[und][0][title]":"","field_link[und][0][url]":"","field_file_image_id[und][0][value]":""},"type":"media","link_text":null,"attributes":{"style":"font-size: 13.0080003738403px; line-height: 1.538em;","class":"media-element file-default"}}]]

É comum ouvir dizer que as pessoas "procuram o par ideal no lugar errado", mas será que existe o local adequado para encontrar alguém legal? "Existem lugares mais prováveis e improváveis para conhecer alguém. A balada não é um bom lugar para procurar, por exemplo. Algumas mulheres tendem a esperar que dali vão sair com um namorado", responde a terapeuta.

A solução é desencanar, ficar aberta para as relações em geral, estar disposta a conversar com simpatia, saber escutar e não se preocupar em apresentar um currículo para o outro. Seja você mesma, seja sincera, procure ser espontânea, não faça jogo, fale do que gosta: "Se alguém se afasta quando você diz o que você é, essa pessoa não é para você", recomenda a psicóloga.