pop

9 mortes em seriados que ainda não superamos

jon snow
divulgação

Os criadores e roteiristas de seriados são alguns dos maiores assassinos da televisão. Existem alguns que parecem sentir prazer em matar nossos personagens favoritos, como é o caso de George R. R. Martin, criador de "Game of Thrones". Veja as 9 mortes de seriados que ainda não superamos! (ATENÇÃO: O POST CONTÉM SPOILERS!)

Leia também:

Relembre as 5 mortes mais tristes do cinema

Jon Snow

“Game of Thrones” tem a incrível capacidade de deixar todo mundo chorando, ou no mínimo chocado com as mortes que aconteceram ao longo das 5 temporadas. A lista é longa, mas a de Jon Snow foi a mais recente, e para os que não leram os livros, foi realmente um choque.

Lori Grimes

“The Walking Dead” é outra série que gosta de matar seus personagens de jeitos não muito agradaveis. A morte de Lori chamou atenção não só por ela não ter morrido por causa de um zumbi (ela morreu no parto), como também recebeu um tiro na cabeça de seu próprio filho para não voltar como zumbi também.

Rita Bennett

Por essa ninguém esperava. A mulher do serial-killer Dexter morre no final da quarta temporada, sem avisar a ninguém. Mais malvado ainda foi o fato do assassino de Rita ter reproduzido a morte da mãe de Dexter, com muito sangue e morbidez.

Jane Margolis

Antes de ser Jessica Jones, a atriz fez uma pequena ponta em “Breaking Bad”, e acabou sendo morta (mesmo que indiretamente) por Walter White, que a viu tendo uma overdose e não fez nada para ajudar. O seriado teve outras mortes, mas essa foi um marco que definiu o novo Sr. White que nascia.

Zoe Barnes

Uma das personagens mais importantes da primeira temporada de “House of Cards”, Zoe adorava fazer uma chantagem com Frank Underwood e um sexo de reconciliação depois. Mas o feitiço se virou contra a personagem e ela foi eliminada na segunda temporada, friamente jogada na frente de um trem em movimento pelo próprio Underwood.

Dr. Derek Sheperd

Shonda Rhimes, a criadora de “Grey’s Anatomy”, nos deu uma facada nas costas com a morte de um dos médicos favoritos da televisão. Derek sofre um acidente de carro, vai para um hospital, mas não é bem tratado e acaba falecendo. Com certeza uma das mortes mais chocantes e controversas dos seriados.

Marissa Cooper

Uma das primeiras mortes mais marcantes do mundo dos seriados foi a de Marissa, de “The OC”. O acidente de carro que matou a personagem marcou o começo do fim da série, que durou mais uma temporada e deixou todos sentindo muita saudade.

Charlie Pace

“Não é o barco da Penny!” é uma das frases mais clássicas de “Lost”, mas ninguém esperava que após essa grande descoberta (que foi uma das várias revelações que aconteceram ao longo da série) um dos personagens mais carismáticos de “Lost” ia nos deixar.

Tracy “a mãe” McConnell

Os fãs tiveram que esperar até a penúltima temporada de “How I Met Your Mother” para descobrir quem era a mãe, e descobrimos também que ela já estava morta durante todo o tempo em que Ted conta a história para seus filhos.