pop

Barulho, ameaças, incidentes diplomáticos: e os Beatles davam adeus às turnês

Divulgação

Em 2016 vão se completar 50 anos desde que os Beatles realizaram sua última turnê. O último show da banda ocorreu em agosto de 1966, em São Francisco, nos Estados Unidos. A decisão de encerrar as turnês ocorreu por diversos motivos, embora as pessoas normalmente citem apenas os excessivos gritos das fãs, que impossibilitavam que os músicos se concentrassem nas canções.

#7 - Prisão itinerante

A multidão que tentava se aproximar dos Beatles exigia que John, Paul, George e Ringo vivessem cercados por enormes aparatos policiais. Muitas vezes eles ficavam “aprisionados” nos hotéis, proibidos de sair pelas autoridades locais.

#6 - Ameaças

Não eram apenas fãs acaloradas que perseguiam os Beatles. Especialmente quando o grupo passou a desafiar o “status quo” e a emitir opiniões polêmicas (como a de John Lennon sobre serem mais famosos do que Jesus Cristo), os “Fab Four” passaram a receber ameaças violentas e a paranoia se instalou.

#5 - Tensões no Japão

Ao se apresentarem em Tóquio, os Beatles foram ameaçados por nacionalistas japoneses, que se sentiram insultados com o fato de o show ser no Budokan – palco de importantes apresentações de artes marciais.

#4 - Fuga nas Filipinas

Ainda na perna asiática da problemática turnê de 1966, os Beatles tiveram de fugir de Manila, nas Filipinas, após não comparecerem a um almoço oferecido pela primeira-dama do país, Imelda Marcos, mulher do ditador Ferdinando Marcos. A banda, que já havia realizado dois shows tensos naquele país, foi hostilizada por policiais e militares, além de milhares de filipinos insuflados pela propaganda do governo.

#3 - Ameaças da Ku Klux Klan

Os fanáticos religiosos e racistas da KKK colocaram os Beatles, especialmente John Lennon, na mira após a polêmica frase sobre Jesus. Com isso, a última turnê nos EUA foi cercada de tensão e ameaças veladas.

#2 - Tudo pelos álbuns

Colaborou para a banda deixar os palcos o fato de os álbuns ficarem cada vez mais complexos, com o uso de instrumentos diferentes e de reprodução ao vivo ainda mais difícil naquela época.

#1 - Fãs barulhentas e tecnologia incipiente

Os Beatles chegaram a tocar em estádios contando apenas com o som ambiente, o mesmo que os locutores utilizam para informar substituições, por exemplo. Esta falta de tecnologia, aliada aos gritos das fãs, fizeram com que os quatro músicos desanimassem. Muitas vezes eles sequer sabiam se estavam todos na mesma nota.