pop

7 vezes em que foi possível dar alguma moral para atores péssimos

efeitoborboleta div
Divulgação

Não é porque eles já fizeram parte de filmes horríveis e tiveram atuações condenáveis que não tiveram nenhum momento de salvação na carreira. Estes 7 atores já participaram de sucessos do cinema e tiveram atuações tão boas, que alguns até foram indicados e ganhar o Oscar:

Confira também:

7 atores aclamados que perderam o nosso respeito

7 filmes ruins com belos protagonistas

#1 “Argo” (2012) – Ben Affleck

Dá para fazer uma lista das atuações horríveis do ator no cinema, mas nenhuma delas marcou tanto como a feita em “Demolidor”. Sem expressão, ele não traz nenhuma emoção para os personagens que interpreta. Limitado, ele conseguiu mostrar um pouco do seu talento neste filme, que ganhou o Oscar de Melhor Filme em 2013, em que ele atua com mais segurança e autenticidade, talvez porque tenha sido o diretor também.

#2 “DeadPool” (2016) – Ryan Renolds

Entre a polêmica sobre ele ser ruim mesmo ou apenas ter dado azar com péssimas produções como “Lanterna Verde” e “Blade: Trinity” , não dá para negar que Ryan Renolds parece ter uma preguiça enorme de atuar. Sem expressão, sempre com a mesma cara, ele deu sorte com este filme. O ator conseguiu se entregar e incorporar o espírito do personagem.

#3 “Quase Famosos” (2000) – Kate Hudson

Com um rostinho bonito e sorriso cativante, a atriz começou fazendo figuração e passou anos interpretando o mesmo papel. Talvez seja por isso que tenha adquirido essa característica de parecer que atua sempre do mesmo jeito. Apesar de não ser um filme sensacional, ela foi indicada para o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante neste filme, em que atua com a emoção e a sensualidade que a personagem pede.

#4 “Matrix” (1999) – Keanu Reeves

O primeiro filme da saga e a sua atuação renderam boas críticas, mas as sequências mostraram como o ator é fraco e como tem a capacidade de conseguie deixar um personagem que é complexo, completamente raso. Como quase todos os outros atores ruins, ele é inexpressivo e parece um robô quando atua.

#5 “A Última Ceia” (2001) – Halle Berry

Ela parecia ter uma carreira promissora pela frente, principalmente depois de ganhar o Oscar com este filme. Mas suas atuações em “Mulher- Gato” e “A Estranha Perfeita” levaram ela do pódio para o fundo do poço. É claro que o roteiro fraco dos filmes e os clichês influenciaram, não se deu bem com os exageros de atuação, e revelou ser uma atriz bem mediana, que é boa mesmo apenas quando quer.

#6 “Ghost” (1990) – Demi Moore

É a típica atriz sem graça que virou atriz porque era modelo. Tirando sua atuação neste drama famoso, ela fez algumas tentativas sem sucesso nenhum em algumas comédias românticas. Ela se deu bem mesmo com suspenses eróticos, que fizeram sucesso momentâneo. Mas não tem jeito, a atriz não nasceu mesmo para o cinema.

#7 “Efeito Borboleta” (2004) – Ashton Kutcher

É quase impossível distinguir os personagens dele no cinema. Ele sempre atua do mesmo jeito e só foi piorando com sua sequência de produções de comédia. Para não ficar só criticando, neste filme, um dos poucos filmes de drama que o ator já fez, é possível notar um pouco de versatilidade na atuação, que fica favorecida pelo roteiro interessante em que ele vai e volta no tempo.

Veja também:

Errou feio, errou rude! Os atores que fracassaram em 2015

Atores que ficaram milionários fazendo papéis de idiotas