explore

Vai e volta: saiba como funciona um bumerangue

karenfoleyphotography/Shutterstock

O bumerangue é um objeto de arremesso, usado muitas vezes para a simples diversão. Foi criado na Austrália, e é considerado o primeiro aparato voador feito pelo homem. Mas você já se perguntou como ele funciona?

Física do bumerangue

Segundo o canal do Youtube Veritasium, o voo do bumerangue é baseado em três princípios da física: sustentação, velocidade relativa e precessão giroscópica.

A versão clássica do objeto possui duas asas, que geram a sustentação para deixar o bumerangue no ar. Enquanto ele gira, a parte superior vai na direção em que ele foi lançado, e a inferior vai no sentido contrário.

Imgur

O ar passa mais rápido no topo do bumerangue, gerando mais sustentação que na parte inferior. Essas forças desiguais geram o torque, resultado horizontal de forças verticais.

O bumerangue é lançado com uma velocidade forte, o que aumenta o momento angular, grandeza relacionada à rotação e translação do objeto.

A precessão giroscópica é o resultado da direção dessas forças e da velocidade relativa, o que faz com que o objeto mude de direção, completando o trajeto circular – que é quando o bumerangue volta para o lançador.

Existem bumerangues que não voltam, e esses são usados para caça há pelo menos 20 mil anos. São bastões de arremesso que voam em linha reta, pelo maior tempo possível, e para isso são feitos com apenas uma asa. Além da Austrália, já foram encontrados bumerangues primitivos no Egito Antigo e na Europa.

Física do dia a dia: Como funciona um motor elétrico