explore

Irmão mais velho chato? Caçula mimado? Filho único egoísta? A ciência explica!

shutterstock 375571540
shutterstock.com

O fato de que sua personalidade pode ser afetada por ser o irmão mais velho, do meio ou o mais novo ou filho único tem sido estudado por anos.

Milhares desses estudos psicológicos têm sido feitos ao longo de muitos anos, e tentaram responder a grande pergunta: a ordem do seu nascimento pode afetar sua personalidade?

Os filhos mais velhos foram vistos possuindo mais desses tipos de qualidade:

- Maiores conquistas acadêmicas e ambição;

- Um senso maior de responsabilidade e maturidade;

- Melhores habilidades de liderança;

irmao
reprodução

Os filhos mais velhos tendem a ganhar muito mais atenção e carinho de seus pais porque afinal é o primeiro filho deles, então, por que não? Mas, ao mesmo tempo, existe também uma expectativa muito maior em relação a eles do que em relação aos seus irmãos mais novos.

A teoria por trás disso é que acontece algum tipo de profecia de que se existem maiores expectativas em cima de você, então é mais provável que você vá querer viver de acordo com elas, similarmente, se você tem que ser o mais responsável, você tem mais probabilidade de assumir esse papel.

Já os filhos do meio são vistos expressando mais esses tipos de qualidade:

- São obedientes;

- Flexíveis e sociáveis;

- Capazes de fazerem e manterem amizades mais facilmente

irmao3
reprodução

Sendo o proverbial macaco do meio, essas crianças não têm as altas expectativas dos filhos mais velhos, e nem a indulgência dos filhos caçulas. Como resultado, elas tendem a ser menos ambiciosase competitivas do que seus antecessores e têm uma atitude mais relaxada em relação a vida.

A criança do meio é uma borboleta sociável. Por receberem menos atenção do que os outros irmãos, procuram mais relacionamentos e amizades fora da família.

irmao5
reprodução

Os filhos caçulas tendem a ter essas características:

- Eles são charmosos e simpáticos;

- Eles, possivelmente, são mais criativos do que seus irmãos mais velhos;

- Eles têm um forte senso de segurança e autoconfiança;

- Eles geralmente são menos responsáveis e mais imaturos que seus irmãos mais velhos.

irmao9
reprodução

Isso é um caso de “já passei por isso”: os pais já tiveram alguns filhos, então suas concessões são muito mais altas e suas expectativas, bem menores. Contudo ser o mais novo normalmente leva a um senso diferente de responsabilidade, sentindo muitas vezes que os mais velhos vão tomar as rédeas.

irmao2
reprodução

Filhos únicos tendem a ter essas características:

- Academicamente hábeis, criativos e engenhosos;

- Maduros e responsáveis;

- Mas também tendem a odiar a desordem e gostam de estar no controle.

irmao6
reprodução

Sendo um filho único, as expectativas são sempre altas. Ao contrário do filho mais velho, você nunca precisa disputar a atenção dos seus pais,  como resultado, existe mais chance de êxito em todos os sentidos da palavra, uma vez que a atenção dos seus pais nunca é dividida.

Além disso, crescer em uma casa cercada por adultos leva a criança a emular ações específicas dos pais, como mais responsabilidade, maturidade e também estar em um ambiente bem estruturado.

Já que eles nunca tiveram que se comprometer com os irmãos, e lidar com o fato de que existe sempre um caos na vida, eles às vezes têm problemas se relacionando com seus parceiros e se sentindo fora do controle quando as coisas não acontecem do seu jeito.

irmao7
reprodução

É claro que além da ciência, existem outros fatores que podem afetar as características de cada filho, desde gênero, informações socioeconômicas, diferença de idade entre os irmãos, e quantos irmãos que são, mas essas são apenas algumas das teorias que existem e é interessante ver como elas se relacionam a você.