Curiosidades sobre a mitológica "Mad Men"

med man1
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

A aclamada série “Mad Men” chega ao seu final neste ano. Restam sete episódios da última (sétima) temporada para que saibamos qual o destino do publicitário Don Draper, um dos anti-heróis mais amados e também odiados da última década na TV.

A última temporada foi dividida em duas partes, manobra inspirada na bem sucedida ideia dos criadores de Breaking Bad para a última rodada de acontecimentos do professor de química e traficante de anfetaminas Walter White. A temporada já foi toda gravada, mas a “quebra” foi usada para aumentar a expectativa e, consequentemente, a audiência na reta final da série.

Confira 20 curiosidades de umas das maiores séries da chamada “Era de Ouro da TV”:

108918221
todos os direitos reservados

1 - O criador da série Matthew Weiner, foi roteirista da também aclamada “Os Sopranos”, tida por muitos como um marco da mudança dos rumos da TV no final dos anos 90 e que principal estopim para a chamada “Era de Ouro”. A série “Os Sopranos” também foi protagonizada por um anti-herói: Tony Soprano, interpretado por James Gandolfini, morto em 2013.

10848557 10154965703150327 4162404977284230022 o
todos os direitos reservados

2 - Antes de ser ator, Jon Hamm, o Don Draper, foi garçom em Los Angeles para pagar as contas enquanto tentava emplacar algum papel como ator. Ele não conseguiu nenhum trabalho como ator durante os primeiros três anos em que viveu em Los Angeles. 

459097506
todos os direitos reservados

3 - Jon Hamm, apesar de ser um galã que faz 11 em cada 10 mulheres suspirarem, tem um relacionamento estável com a também atriz, produtora e diretoria Jennifer Westfeldt há muitos anos e parece andar na linha. O namoro começou muito antes de Hamm se tornar conhecido como o publicitário inescrupuloso Don Draper.

4 - Jon Hamm deve tudo a Don Draper, mas separa muito bem as coisas. “Sempre me surpreendo quando alguém me diz que adoraria ser como Don Draper. ‘Você gostaria de ser um bêbado acabado? O lado de fora parece sensacional, mas por dentro ele está podre.”

chefao
todos os direitos reservados

5 - A série começou em 2007, mas teve um ano de hiato, em 2011. Motivo: a emissora AMC queria mudar o rumo da série para faturar mais, mas o criador e chefão da série (conhecido nos EUA como showrunner) Matthew Weiner bateu o pé e disse que não ia mudar o rumo da história por conta de audiência ou patrocínios. A série só foi renovada quando Weiner teve a garantia de que seguiria com total liberdade criativa.

mad
todos os direitos reservados

6 - A bela Christina Hendricks (Joan Harris) fez teste para o personagem Midge, primeira amante de Don Draper. A atriz já foi muito comparada à estrela Marilyn Monroe. “Não acredito que alguma mulher no mundo não goste de ser constantemente comparada com Marilyn Monroe”. Ela foi modelo dos 18 aos 27.

mad2
todos os direitos reservados

7 - O primeiro papel de destaque de Elisabeth Moss, hoje muito conhecida como a redatora Peggy Olson, foi em “Garota Interrompida”, em que ela interpretou Polly. Então com 17 anos, a moça passou despercebida porque tinha ao seu lado Angelina Jolie, Winona Ryder e Brittany Murphy em papéis de maior destaque.

8 - O criador da série Matthew Weiner diz que a insipração para Mad Men e o personagem Don Draper veio da sua própria infelicidade aos 35 anos. “Eu tinha 35 anos, tinha emprego em uma série de comédia de uma grande emissora, fui colocado em nono no ranking entre os melhores do que eu faço - o que significa eu estar na Principal Liga de Beisebol do meu trabalho. Apenas 300 pessoas no país têm este trabalho e um deles é meu  - eu tinha três filhos, esta vida incvrível, e pensava: ‘O que tem de errado comigo? Por que sou infeliz? Por que tem tanta coisa se passando na minha cabeça e eu não consigo passar isso para as pessoas, me expressar, porque tudo é horrível? O que é suficiente? E eu vou morrer um dia.”

9 - Cada episódio de Mad Men custa, na média, cerca de US$ 2,8 milhões para ser produzido.

81595572
todos os direitos reservados

10 - Mona, a mulher de Roger Sterling, é interpretada pela atriz Talia Balsam, mulher de John Slattery (Roger) na vida real.

ida blankenship s4 590
todos os direitos reservados

11 - A atriz que interpretou a secretária Mrs. Blankenship é Randee Heller. Você deve lembrar dela como mãe de Daniel San em Karatê Kid. Ela está com 67 anos.

12 - Sete dos nove roteiristas de Mad Men são mulheres. 

marten
todos os direitos reservados

13 - Glen, o garoto de bigodinho (que mais parece um buço) que tem um flerte com a filha de Don Draper, Sally, é interpretado pelo filho do showrunner da série, Matthew Weiner. Seu nome é Marten Holden Weiner.

10171010 10154045066000327 2786862476625946668 n 0
todos os direitos reservados

14 - O personagem Freddy Rumsen é interpretado por Joel Murray, irmão de Bill Murray.

15 - A produção pagou US$ 250 mil para usar o clássico “Tomorrow Never Knows”, dos Beatles, em um episódio.

125602965
todos os direitos reservados

16 - Mad Men é a primeira série dramática de TV a cabo indicada para concorrer na categoria de “Melhor Drama” no Emmy Awards (principal prêmio da TV dos EUA).

17 - Muito da temporada 3 gira em torno de uma paródia do comercial “Bye Bye Birdie” (Adeus, passarinho), o apelido com que Don se refere a Betty. No final da temporada, o casal se divorciou.

18 - Esta é meio óbvia, mas só para garantir que você não pense que todos vão morrer de câncer assim que acabar a série: todos os cigarros fumados não são reais: são feitos com ervas. Não a que você pensou.

1978608 10153972701230327 1281701186 n
todos os direitos reservados

19 - No início a ideia era que a personagem Betty Draper, primeira mulher de Don, não existisse. Haveria apenas vagas insinuações de que ele era casado. Por isso, a lindíssima January Jones fez teste para o papel de Peggy Olson, interpretada por Elisabeth Moss.

20 - Além de usar sua própria insatisfação com a vida pra criar o personagem Don Draper, Matthew Weiner, criador da série, baseou o personagem em um verdadeiro publicitário, Draper Daniels, que trabalhou na famosa agência Leo Burnett, em Chicago. O maior feito da carreira do muso inspirador de Weiner foi o homem de Marlboro, nos anos 50. Apesar de a psique e a história de Don Draper ser única, a passagem em que o publicitário de Mad Men salva seu cliente Lucky