explore

Ruivos sentem mais dor que os demais; entenda

ruivos sentem mais dores 3
Divulgação

Existem poucos ruivos: somente 2% da população possui esse tipo de cor nos cabelos

Ainda que qualquer ruivo seja apreciado pela cor tão viva e bonita, eles possuem uma desvantagem: sentem mais dor que as outras pessoas.

Leia também:Genética versus estilo de vida: o que interfere mais na sua saúdeOs ruivos e a sensação de dor

ruivos sentem mais dores 1

Pessoas que sentem dores com facilidade normalmente são consideradas fracas, mas, no caso dos ruivos, é preciso fazer uma exceção, já que os cientistas comprovaram que eles sentem dores mais intensas que as outras pessoas.

Segundo as pesquisas, um tipo de mutação genética pode ser responsável por essa sensibilidade. Seus receptores captam com mais força o frio, calor e dores de golpes na pele, além de choque, cortes etc.

Esta mutação, que afeta o cromossomo 16 e leva o nome de MC1R, faz com que as pessoas sejam mais pálidas e suscetíveis à luz, afetando também a sensação de dor.

Mas nem tudo é tão ruim, já que os ruivos são mais tolerantes quando se trata de sabores mais picantes.Os ruivos e a anestesia

ruivos sentem mais dores 2

Os ruivos também sofrem quando vão ao dentista, por exemplo, ou em algum procedimento mais doloroso.

Um estudo publicado na revista da Associação Dental Americana determinou que pessoas de cabelo alaranjado requerem mais anestesia que o restante da população. Se um dentista aplicar a mesma quantidade de anestésico em um ruivo e em uma pessoa que tenha o cabelo preto, o primeiro ainda sentirá dores.

Quanto anestésico a mais é preciso aplicar? Os especialistas indicam 20% a mais de drogas, e não somente para ir ao dentista, mas em procedimentos que precisam de suturas e cirurgias. Os especialistas devem encontrar a dose exata para anestesiar, e não causar overdose.

Ser ruivo não é nada fácil, não somente pelos problemas com as dores e anestésicos, mas com o alto risco de desenvolver câncer de pele, hemorragias, Parkinson e endometriose.