explore

EUA e Reino Unido podem desaparecer; veja lista

Getty Images

Estabilidade política não é uma característica muito presente em alguns lugares do mundo, mas até em regiões supostamente estáveis o colapso pode ocorrer a qualquer momento.

Existe uma série de países que podem desaparecer nos próximos 20 anos, e eles nem são os mais instáveis, nem os mais fracos do planeta! As grandes potências podem desaparecer ou se dividirem por causa de conflitos políticos, por exemplo.

Confira a seguir o top 5:

5. Estados Unidos

Getty Images

Se conhecemos algo da história dos Estados Unidos da América, sabemos que os motivos que impulsionaram a Guerra Civil foram de tipo cultural, social e econômico. Algumas dessas divisões sociais ainda permanecem vigentes, basta ver os recentes conflitos raciais que vêm ressurgindo nos últimos meses. Até 2012, 50 Estados fizeram o pedido de independência e alcançaram 675 mil assinaturas. Atualmente, os estados mais próximos de alcançar a independência são o Alaska e o Texas. Se esses tipos de conflito continuarem, os Estados Unidos podem desaparecer por completo como nação.

Leia também:EUA aprovam casamento gay; veja últimos países a liberar a união homoafetiva

4. Coreia do Norte

Getty Images

A situação política da Coreia do Norte é uma das mais comprometidas: nos próximos anos, o país deve abrir suas fronteiras, porque está ficando sem recursos. Assim que isso acontecer, o regime político de Kim Jong-un pode entrar em colapso. Nos anos 80, a China utilizou a abertura econômica para manter a unidade do Estado Comunista, mas a Coreia do Norte não deve ter essa sorte, já que não conta com recursos, nem legitimidade suficiente perante o mundo.

Leia também:7 fatos sobre a Coreia do Norte que parecem ter saído de um filme

3. Reino Unido

Getty Images

No ano passado, a Escócia celebrou um referendo para se separar do poder central do Reino Unido, que está na Inglaterra, o país mais poderoso do reino. O resultado da votação foi negativo. Os cidadãos votaram por permanecer unidos a Rainha, mas os grupos separatistas ainda não desistiram. Com a separação da Escócia, os outros países do reino, que também têm movimentos separatistas, podem conseguir a independência e deixar a Inglaterra sozinha.

2. Bélgica

Getty Images

A Bélgica é um estado unificado, que comporta duas nações com identidades étnicas diferentes. O país está dividido em dois: o norte flamengo (região dos Flandres), que exige a independência, e o sul dos valones (região da Valônia), que reivindicam a independência da Bélgica ou a união com a França. A prosperidade econômica da Bélgica não é suficiente para alcançar a unidade nacional. É provável que o país se divida e o seu nome desapareça do mapa.

1. Espanha

Getty Images

Assim como no Reino Unido e na Bélgica, na Espanha convivem diferentes nações que reclamam sua independência do poder central. Duas das regiões autônomas da Espanha estão prestes a alcançar a independência por meio da pressão política e econômica que exercem: o País Basco e a Catalunha.

No ano passado, assim como na Escócia, a comunidade autônoma da Catalunha realizou um plebiscito sobre seu futuro político. Só que nesse caso, o resultado foi positivo: 80% da população catalã era a favor da separação. Ainda assim, o governo central não reconheceu o resultado das eleições, e a Catalunha ainda permanece vinculada a Madri.

A separação da Catalunha não faria a Espanha desaparecer de uma vez, no entanto, dado a profunda crise econômica que enfrenta, o país pode ter sérias dificuldades em manter todas as comunidades autônomas unidas sob seu poder.