explore

7 atitudes que são assédio sexual SIM e você achava normal

[[{"fid":"1010049","view_mode":"default","fields":{"format":"default"},"type":"media","link_text":null,"attributes":{"class":"media-element file-default"}}]]Estupro e abuso sexual não são a mesma coisa. Nem todo abuso sexual chega a ser um estupro. Mas todo estupro é e começou com um abuso sexual. Esses assédios podem acontecer no dia-a-dia, que muitos conhecem como “brincadeira” ou “elogios”, como ocorreu com a garota Valentina, de 12 anos, participante do MasterChef Junior, que virou alvo de elogios na web. Confira a seguir 7 atitudes que são abuso sexual e passam despercebidas, porque infelizmente são tão comuns que as pessoas ignoram:

Leia também:

Violência contra a mulher: 10 filmes sobre estupro

7 frases de Simone de Beauvoir para repensar o feminismo

Feminismo muda perfil das novas princesas da Disney; entenda

1. Beijo de despedida que “acidentalmente” encosta na boca

thinkstockphotos 160768147
ThinkStock

Ou aquele beijo molhaaaaaaado na bochecha? Não, não estavam tentando te conquistar. Beijo ou meio beijo roubado é assédio.

2. Mão na cintura em momentos inadequados

thinkstockphotos 118266245
ThinkStock

Se você não está dançando com a pessoa, se ela não é seu namorado (a), então não tem motivo para colocar encostar a mão em você, a não ser que você permita.

3. Encostar no ombro

thinkstockphotos 472397324
ThinkStock

Quem tem coloca a mão nos ombros das pessoas, e em quais circunstâncias? Se o toque for indesejado, também é abuso.

4. Abraço que leva minuuuuuuuutos

thinkstockphotos 101693684
ThinkStock

Se ele vier de algum amigo, de um conhecido no seu aniversário ou do seu namorado (a), pode ser que não. Mas se te fez sentir mal, é.

5. Bom dia e tentativa de diálogo em locais impróprios

thinkstockphotos 200430893 001
ThinkStock

Você está a caminho do trabalho e escuta: “Oi, bom dia, gatinha (o). Qual seu nome?”.

6. “Elogios” de desconhecidos

thinkstockphotos 481011204
ThinkStock

“Nossa, lindinha (o) você! Ô lá em casa! Gostosa (o)!”. Comentários como esse sem permissão são, sim, assédio.

7. Olhares maliciosos

[[{"fid":"1010046","view_mode":"default","fields":{"format":"default"},"type":"media","link_text":null,"attributes":{"class":"media-element file-default"}}]]Te olhou, te mediu e você se sentiu um pedaço de carne? Se é relacionado com o seu corpo, te faz sentir desconfortável ou te constrange, é assédio.